sexta-feira

Católico ignorante, futuro protestante!

Depois de muito tempo sem postagens, queremos retomar esse de 2018 a mil por hora com toda a unção do Espírito Santo de Deus, sob o cuidado da Santíssima Virgem Maria e guardados nas chagas do nosso Deus e Senhor Jesus Cristo. Que da cruz de Cristo venha a benção, a força, a proteção e o auxílio que precisamos para viver esse ano na graça e na amizade de Deus.
Sem medo e com toda a ousadia queremos partilhar sobre um tema que precisa ser exposto, escancarado e partilhado com o mundo todo porque o mundo tem sede de verdade, o mundo busca a verdade dia e noite mas muitas vezes diante de tantas mentiras e "meias verdades" fica perdido...
A VERDADE É SÓ UMA E ESTA VERDADE É JESUS! ELE MESMO DISSE ISSO!
"Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim". (Jo 14,6)
É ESSA VERDADE QUEM PODE REALMENTE NOS LIBERTAR DO MAL, DO PECADO, DAS TREVAS E DE TUDO QUE NOS PRENDE. JESUS VEIO PARA NOS SALVAR E NOS FAZER LIVRES!
"Se permanecerdes na minha palavra, sereis meus verdadeiros discípulos; conhecereis a verdade, e a verdade vos livrará". (Jo 8,32)
PAULO DISSE QUE UMA VEZ QUE FOMOS LIBERTOS POR CRISTO, SOMOS CHAMADOS A PERMANECER NA LIBERDADE QUE A VERDADE NOS TROUXE!
"É para que sejamos homens livres que Cristo nos libertou. Ficai, portanto, firmes e não vos submetais outra vez ao jugo da escravidão". (Gl 5,1)
E TUDO ISSO PORQUE A VERDADE É A FORÇA MAIS PODEROSA QUE EXISTE NO UNIVERSO E NÃO HÁ NADA, VERDADEIRAMENTE NADA QUE SEJA MAIS FORTE DO QUE A VERDADE.
"Contra a verdade não temos poder algum" (2Cor 13,8)
Baseados na VERDADE que é Cristo e sua Palavra poderosa, queremos partilhar nessa noite sobre a realidade que o título dessa postagem sugere. Nos dirigimos primeiramente aos católicos, aqueles que o são só de nome e principalmente aqueles que estão a mercê dos lobos devoradores de almas e que são capazes de fazer lavagem cerebral para ganhar a confiança de uma pobre alma. Mas também nos dirigimos aos católicos que são conscientes de sua fé, mas muitas vezes se deixam seduzir por discursos vãos e doutrinas diabólicas...
"O Espírito diz expressamente que, nos tempos vindouros, alguns hão de APOSTATAR DA FÉ, DANDO OUVIDOS A ESPÍRITOS EMBUSTEIROS E A DOUTRINAS DIABÓLICAS, DE HIPÓCRITAS E IMPOSTORES, que marcados na própria consciência com o ferrete da infâmia, proíbem o casamento, assim como o uso de alimentos que Deus criou para que sejam tomados com ação de graças pelos fiéis e pelos que CONHECEM A VERDADE." (1Tm 4,1-3)
É claro que a mentira desses impostores, falsos profetas, hipócritas, homens e mulheres seduzidos pelo demônio, tende a parecer com a verdade. É a mesma coisa da comparação que Jesus fez sobre os campos de trigos, onde o joio é semeado; e o joio se parece muito com o trigo, mas não é trigo e só ocupa lugar sem dar nenhum fruto.
Aliás, sobre esse tema já refletimos muitas vezes aqui nesse blog, quando dissemos e continuamos a dizer que o pior veneno não é aquele que está num frasco onde está escrito expressamente VENENO, mas o pior veneno é aquele que está nos frascos onde está escrito REMÉDIO (acesse uma das postagens onde refletimos sobre isso, clicando aqui).
Em segundo lugar, essa postagem se dirige aos protestantes: aqueles que nasceram numa família protestante e foram ensinados a "uma espécie de verdade amoldada a sua religião"; e também aqueles que se diziam católicos e romperam o laço de comunhão com a Igreja Católica e hoje frequentam suas seitas e doutrinas protestantes.
Por último queremos nos dirigir aos ateus e a todos os frequentadores de outras religiões que ainda não tiveram a graça de uma experiência com Deus. É isso, e somente isso, que pode transformar a nossa vida e nos fazer realmente felizes, completos e realizados (acesse as postagens que podem te ajudar a ter uma experiência com Deus, clicando aqui).
Inspirados pelo primeiro protestante mundialmente conhecido, Martinho Lutero (clique aqui para aprender mais sobre ele), queremos mergulhar de cabeça nesse tema e afirmar sem medo de errar que todo católico ignorante tem uma gigantesca chance de se tornar um futuro protestante. É impressionante a quantidade de vezes que os apóstolos retrataram esse tema!!
São Paulo, já no começo do seu ministério já escrevia a comunidade dos Gálatas como ele estava admirado da facilidade que os cristãos se deixavam levar por diferentes doutrinas e pelos falsos evangelhos desses charlatães ... E essa mesma exortação é tão viva e real depois de quase 2000 anos!
"Estou admirado de que tão depressa passeis daquele que vos chamou à graça de Cristo para um evangelho diferente. De fato, não há dois (evangelhos): HÁ APENAS PESSOAS QUE SEMEIAM A CONFUSÃO ENTRE VÓS e querem perturbar o Evangelho de Cristo. Mas, ainda que alguém - nós ou um anjo baixado do céu - vos anunciasse um evangelho diferente do que vos temos anunciado, que ele seja anátema. Repito aqui o que acabamos de dizer: SE ALGUÉM PREGAR DOUTRINA DIFERENTE DA QUE RECEBESTES, SEJA ELE EXCOMUNGADO!" (Gl 1,6-9)
Graças a Deus que Martinho Lutero foi excomungado quando tentou pregar um Evangelho diferente daquele que a Igreja Já ensinava a mais de 1500 anos. Embora pudessem haver quaisquer pontos em que os homens da Igreja Católica se equivocassem, a autoridade da Igreja é tão firme, forte e presente hoje como a dois mil anos atrás, quando o primeiro papa a recebeu, direto da boca do seu fundador:
"Tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a MINHA IGREJA; as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Eu te darei as chaves do Reino dos céus: tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus." (Mt 16,18-19)
O PRIMEIRO PROTESTANTE FOI EXCOMUNGADO, SEPARADO, DESLIGADO DA COMUNHÃO QUE HAVIA COM A IGREJA DA TERRA E COM A IGREJA DO CÉU; E TODOS OS QUE O SEGUIRAM TAMBÉM PERDERAM ESSA COMUNHÃO.
"Cuidado com esses cães! Cuidado com esses charlatães! Cuidado com esses mutilados! Porque os verdadeiros circuncisos somos nós, que prestamos culto a Deus pelo Espírito de Deus, e pomos nossa glória em Jesus Cristo, e não confiamos na carne. " (Fl 3,2-3)
ABRA OS OLHOS CRISTÃO! ABRA OS OLHOS CATÓLICO! ABRA OS OLHOS E DEIXE A VERDADE DE CRISTO PENETRAR NO MAIS ÍNTIMO DA SUA ALMA! DEIXA A VERDADE TE ATRAIR AGORA E NÃO SE CONTENTE COM MENTIRAS OU MEIAS-VERDADES! DESEJE NO MAIS ÍNTIMO DO SEU SER A VERDADE COMPLETA, A PLENITUDE DA VERDADE!
Há mais de dois mil anos a Santa Igreja Católica realiza com força e ousadia o que o seu Salvador e Fundador pediu:
"Tomou em seguida o pão e depois de ter dado graças, partiu-o e deu-lho dizendo: Isto é o meu corpo, que é dado por vós; FAZEI ISTO EM MEMÓRIA DE MIM." (Lc 22,19)
O mistério maior da nossa fé, a Santa Missa, herança de Cristo, fruto do seu testamento deixado na cruz, escrito com seu sangue e elevado a plenitude no Calvário quando ele sofreu sua paixão e morte e concretizado com sua gloriosa ressurreição é uma realidade que se encontra com propriedade e é uma realidade vital somente na Igreja Católica!
Embora muitas seitas e doutrinas protestantes celebrem a famosa "Santa Ceia", às vezes semanalmente, as palavras de Jesus quando disse "ISTO É O MEU CORPO!" e "ISTO É O MEU SANGUE!" são só figurativas e o que eles celebram é realmente o pão e o vinho.
Na Igreja Católica, em todos os dias do ano (com exceção da Sexta-Feira Santa - que é a Sexta-Feira que precede a Páscoa) é celebrado o sacrifício da Santa Missa, onde acontece o milagre da transubstanciação, onde o pão e o vinho se transformam verdadeiramente no Corpo e no Sangue de Cristo.
SE VOCÊ QUISER IR A UM CULTO VERDADEIRO, VÁ AO MISTÉRIO DA SANTA MISSA, POIS É A RENOVAÇÃO DO SACRIFÍCIO ÚNICO E ETERNO DO FILHO UNIGÊNITO DE DEUS, DO SACERDOTE ETERNO SEGUNDO A ORDEM DO REI MELQUISEDEQUE, AO PAI. ISSO NÃO É BASEADO NA CARNE OU NA EMOÇÃO MAS NO ESPÍRITO E NA FÉ!
Esse é o tema principal que tratamos aqui nesse blog e é o motivo pelo qual ele recebe o nome, pois a Santa Missa é CÉU NA TERRA! É isso que nos ensinou o grande São João Paulo II! Se você quiser se aprofundar e conhecer mais sobre esse tesouro escondido aos olhos do mundo e daqueles que vivem na carne, clique aqui e seja enriquecido.
A realidade da Santa Missa é muito forte e muito profunda... principalmente para aqueles que são fracos de consciência e não querem saber de salvação; ou ao menos querem uma salvação mais light. Para esses é que o grande apóstolo dos pagãos, São Paulo, escreve e exorta. Se a carapuça te serve, já sabe:
"Porque virá tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina salvação. Levados pelas próprias paixões e pelo prurido de escutar novidades, ajustarão mestres para si. APARTARÃO OS OUVIDOS DA VERDADE, E SE ATIRARÃO ÀS FÁBULAS." (2Tm 4,3-4)
E por falar em fábulas, quantas são as milhares das mais variadas seitas e doutrinas protestantes que pintam e enfeitam a mentira como se fosse verdade e esfregam na cara de tantos homens e mulheres incultos que deixam levar pelo prurido de escutar novidades...
Ahhhhhhhh meus irmãos e irmãs, como é triste quando um católico é enganado e seduzido por essas fábulas! E quantos são aqueles que estão sendo enganados e iludidos nesse exato momento em que eu escrevo e enquanto você está lendo.
O primeiro papa, São Pedro, já advertia desde os primórdios da Igreja sobre esses falsos profetas que estão no meio de nós e surgiram muito sutilmente para enganar a tantos. Mas não se deixem enganar: o destino desses lobos vestidos com pele de cordeiro está próximo. E o dia da sua ruína chegará pois de Deus não se zomba (cf. Gl 6,7).
"Assim como houve entre o povo falsos profetas, assim também haverá entre vós falsos doutores, que INTRODUZIRÃO DISFARÇADAMENTE SEITAS PERNICIOSAS. Eles, renegando assim o Senhor que os resgatou, atraírão sobre si uma ruína repentina. Muitos os seguirão nas suas desordens e serão deste modo A CAUSA DE O CAMINHO DA VERDADE SER CALUNIADO. Movidos por COBIÇA eles vos hão de explorar por palavras cheias de astúcia. Há muito tempo a condenação os ameaça. e a sua ruína não dorme." (2Pd 2,1-3)
Caluniam o caminho da verdade diante dos nossos olhos e não fazemos nada! Está na hora dos verdadeiros católicos acordarem, levantarem e lutarem pela verdade, pela pátria de seu abatimento e pela verdadeira religião como dizia Judas aos seus irmãos, os guerreiros do livro de Macabeus (cf. 1Mc 3,42ss).
E o pior de tudo é que aqueles que abandonam a Santa Igreja, que é a Barca da Salvação, estão correndo um risco enorme de perder a sua própria salvação. É isso que nos ensina o Catecismo da Igreja Católica no parágrafo 846:
"Apoiado na Sagrada Escritura e na Tradição, [o Concílio] ensina que esta Igreja peregrina é necessária para a salvação. O único mediador e caminho da salvação é Cristo, que nos torna presente em seu Corpo, que é a Igreja. Ele, porém, inculcando com palavras expressas a necessidade da fé e do batismo, ao mesmo tempo confirmou a necessidade da Igreja, na qual os homens entram pelo Batismo, como que por uma porta. POR ISSO NÃO PODEM SALVAR-SE AQUELES QUE, SABENDO QUE A IGREJA CATÓLICA FOI FUNDADA POR DEUS POR MEIO DE JESUS CRISTO COMO INSTITUIÇÃO NECESSÁRIA, APESAR DISSO NÃO QUISEREM NELA ENTRAR OU NELA PERSEVERAR."
Como que sabendo disso, o autor do livro dos Hebreus (que crê-se que é São Paulo, mas não pode-se afirmar com total certeza) esreve com clareza a cada um de nós:
"Por isso, é necessário prestarmos a maior atenção à mensagem que temos recebido, para não acontecer que nos desviemos do caminho reto." (Hb 2,1)
Qual a mensagem que você tem recebido? Seja ela numa seita protestante ou até mesmo dentro da Igreja: precisamos prestar atenção irmãos e irmãs. Não podemos aceitar que qualquer um, seja quem for, venha confundir nossa fé e nos fazer afastar do caminho reto. Essa era uma das grandes preocupações de São Paulo em quase todas as suas cartas:
"Digo-vos isso para que ninguém vos engane com discursos sedutores. Como (de nossa pregação) recebestes o Senhor Jesus Cristo, vivei nele, enraizados e edificados nele, inabaláveis na fé em que fostes instruídos, com o coração a transbordar de gratidão!" (Cl 2,4.6-7)
Precisamos viver enraizados e edificados em Cristo, INABALÁVEIS NA FÉ EM QUE FOMOS INSTRUÍDOS. Esse negócio de aceitar uma nova fé, um novo batismo, uma nova doutrina, não é a vontade de Deus. Longe disso: é uma sedução para nos afastar da verdade! Mas não nos deixemos abalar porque a mentira tem pernas curtas e mais cedo ou mais tarde a veremos desnuda como ela é.
Precisamos entender que todas essas coisas já estavam premeditadas nas Sagradas Escrituras e São Paulo é quem mais foi usado por Deus para trazê-las a luz. Vejamos essa profecia que está na segunda carta que Paulo escreveu a seu filho na fé, Timóteo:
"Nota bem o seguinte: nos últimos dias haverá um período difícil. Os homens se tornarão egoístas, avarentos, fanfarrões, soberbos, rebeldes aos pais, ingratos, malvados, desalmados, desleais, caluniadores, devassos, cruéis, inimigos dos bons, traidores, insolentes, cegos de orgulho, amigos dos prazeres e não de Deus, ostentarão a aparência de piedade, mas desdenharão a realidade. DESSA GENTE, AFASTA-TE! Deles fazem parte os que se insinuam jeitosamente pelas casas e enfeitiçam mulherzinhas carregadas de pecados, atormentadas por toda espécie de paixões, SEMPRE A APRENDER SEM NUNCA CHEGAR AO CONHECIMENTO DA VERDADE. Como Janes e Jambres resistiram à Moisés, assim também estes, homens de coração pervertido, reprovados na fé, TENTAM RESISTIR À VERDADE. MAS NÃO IRÃO LONGE, porque será manifesta a todos a sua insensatez, como o foi a daqueles dois. Tu, pelo contrário, te aplicaste a seguir-me de perto na minha doutrina, no meu modo de vida, nos meus planos, na minha fé, na minha paciência, na minha caridade, na minha constância (...)" (2Tm 3,1-10)
Se você está entendendo bem, toda essa gente enganadora das seitas e esses charlatães hipócritas, estão sempre tentando resistir à verdade, mas, como diz São Paulo, não irão muito longe. É tempo de vermos os frutos de sua insensatez!
Há um site na internet que é especializado em trazer à tona a verdade de muitos desses que se chamam "evangélicos" mas que de evangélicos sõ tem o nome. Caso queira conhecer, você é bem vindo para ver os fatos com seus próprios olhos. Contra fatos não temos argumentos! O nome do site é CAIAFARSA (clique aqui) e eles também tem uma página no Facebook (clique aqui)  e no Twitter (clique aqui).
Portanto, somos chamados a não nos deixar levar pelos erros desses homens ímpios. Vamos ouvir com atenção o conselho de São Pedro:
"Vós, pois, caríssimos, advertidos de antemão, tomai cuidado para que não caiais da vossa firmeza, levados pelo erro destes homens ímpios. Mas crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo." (2Pd 3,17)
Os protestantes só são protestantes porque a exemplo do seu pai-fundador não concordam com nada do que a Igreja ensina, prega e vive. Isso começa com a negação da Santa Missa e dos milagres que são decorrentes dela, a negação da devoção a Santíssima Virgem Maria, da recitação do santo rosário, da devoção aos Santos e aos Anjos, negação das verdades de fé, do Purgatório, etc. 
ELES NEGAM E PROTESTAM TUDO POR UM SIMPLES MOTIVO: NÃO TEM COMUNHÃO COMO NÓS COM A IGREJA MILITANTE, PADECENTE E TRIUNFANTE! ELES ACEITAM A INTERCESSÃO DOS PASTORES E DOS SEUS IRMÃOS PECADORES AQUI NA TERRA MAS NÃO ACEITAM A INTERCESSÃO DE MARIA E DOS SANTOS QUE ESTÃO NO CÉU!
A grande tristeza é que além de não concordar com os católicos, os protestantes não concordam nem mesmo entre eles e esse é o motivo pelo qual há tantas divisões entre eles mesmos. A cada dia que passa aumenta mais o número de seitas e doutrinas protestantes assim como as brigas e contendas entre eles também aumenta.
Enquanto isso, a única Igreja que, embora seja gigantesca, seja a maior do mundo e tenha mais de dois mil anos, não muda e não se divide nem se separa é a Santa Igreja Católica, porque seguindo a doutrina do Salvador e seguindo seus ensinamentos permanece firme e forte como uma rocha: Una, Santa, Católica e Apóstolica!
Uma das grandes coisas do protestantismo é a famosa TEOLOGIA DA PROSPERIDADE! É ela que atrai milhões e milhões de pessoas, que acreditam que Deus não tem o que fazer, e vai abençoar uma pessoa porque ela fez uma oferta gorda ou porque paga um dízimo absurdo baseado em sua "fé de devolução: quanto mais oferece a Deus, mais quer de volta".
Muitos homens e mulheres cegados pelas promessas do protestantismo, com o intuíto de melhorar sua condição financeira e ficarem ricos, são capazes de mudar de religião e dizer que se converteram e encontraram "Jesus". 
Vejamos o que São Paulo tem a dizer sobre isso: 
"Quem ensina de outra forma e discorda das salutares palavras de nosso Senhor Jesus Cristo, bem como da doutrina conforme à piedade, é um obcecado pelo orgulho, um ignorante, doentio por questões ociosas e contendas de palavras. Daí se originam a inveja, a discórdia, os insultos, as suspeitas injustas, os vãos conflitos entre homens de coração corrompido e PRIVADOS DA VERDADE, QUE SÓ VÊEM NA PIEDADE UMA FONTE DE LUCRO. Aqueles que ambicionam tornar-se ricos caem nas armadilhas do demônio e em muitos desejos insensatos e nocivos, que precipitam os homens no abismo da ruína e da perdição. PORQUE A RAÍZ DE TODOS OS MALES É O AMOR AO DINHEIRO. Acossados pela cobiça, alguns se desviaram da fé e se enredaram em muitas aflições." (1Tm 6,3-5.9-10)
Embora tudo isso seja verdade e realidade, quase ninguém se levanta para proclamar que muitos estão tendo sua vida, seu coração, suas energias, seu tempo e seu melhor investidos em uma mentira cheia de promessas de prosperidade e ainda correm o risco de perder a certeza da sua salvação... O PROTESTANTISMO DEVERIA SER APRESENTADO DESSA FORMA: TAL COMO ELE É!
E se alguém quiser dizer que isso não é verdade, só precisamos pegar as cartas de São Paulo e ver quantas vezes ele escreve sobre esses que deveriam ter sua boca tapada para parar de falar asneira estorquindo a riqueza da poderosa Palavra de Deus e apresentando como lhes convém para transformar famílias inteiras em discípulos da sua PROSPERIDADE; onde os principais privilegiados são os lobos que estão a frente, aproveitando a mamata de pessoas simples que foram enganadas!
"Com efeito, há muitos insubmissos, charlatães e sedutores, principalmente entre os da circuncisão. É NECESSÁRIO TAPAR-LHES A BOCA, PORQUE TRANSFORMAM FAMÍLIAS INTEIRAS, ENSINANDO O QUE NÃO CONVÉM, E ISSO POR VIL ESPÍRITO DE LUCRO." (Tt 1,10-11)
Aquele que conheceu e experimentou a bondade de Deus, a força do Espírito Santo, a caridade de Cristo, o cuidado da Virgem Maria, a comunhão com os santos e anjos, a proteção dos arcanjos, a autoridade da Igreja Católica, a beleza dos sacramentos, a graça da tradição, a certeza da salvação que provém da Eucaristia, a misericórdia da Trindade que se deixa encontrar... Ahhhhhhhh, esse nunca abandonará a maravilhosa e santa arca da aliança que é a Igreja Católica que se mantém rígida e firme em meio à chuva de doutrinas e diferentes seitas que nascem a cada dia!
NÃO PERMITAMOS QUE ESSAS DESGRAÇAS INFLAMADOS PELO ESPÍRITO DE LUCRO VENHAM ROUBAR NOSSAS ALMAS E TIRAR A SEGURANÇA QUE SÓ ENCONTRAMOS NO CORPO MÍSTICO DE CRISTO: ONDE JESUS É A CABEÇA E SOMOS OS MEMBROS! MARIA É O PESCOÇO QUE UNE A CABEÇA AOS MEMBROS!
"Ninguém vos roube a seu belprazer a palma da corrida, sob pretexto de humildade e culto dos anjos. Desencaminham-se estas pessoas em suas próprias visoes e, cheias de vão orgulho de seu espírito MATERIALISTA, não se mantém unidas à Cabeça, da qual todo o corpo, pela união das junturas e articulações, se alimenta e cresce conforme um crescimento disposto por Deus". (Cl 2,18-19)
É como Deus quer, não para agradar homens ou ter uma imagem de triunfo que agrade os olhos daqueles que estão acostumados a imagens bonitas e sermões cheios de fingimento. A verdadeira unção do Espírito Santo é derramada sobre os fiéis que vivem a santidade e buscam a vontade de Deus com o coração aberto e disposto a obedecer.
Se Deus quis dispor a Igreja e as coisas dessa forma, quem você pensa que é para poder mudar, alterar ou adaptar tudo de uma forma que lhe agrade? Nisso nos ensina o grande doutor Santo Agostinho (que assim como o ensinamento de tantos outros santos, só é mantido pela Santa Igreja): "Se você crê somente naquilo que gosta no Evangelho e rejeita o que não gosta, não é no Evangelho que você crê, mas, sim, em si mesmo".
Muitos por aí estão precisando de conversão, muitos por aqui estão precisando escutar uma verdade firme e forte que seja capaz de despertá-los para a vida verdadeira com Deus. Por graça de Deus, mesmo que muitos têm se calado e não tem coragem de proclamar essas verdades, estamos aqui para ser instrumento nas mãos de Deus!
QUEM É CATÓLICO DE VERDADE NUNCA DEIXARÁ DE SER CATÓLICO MESMO! QUEM SAI DA IGREJA É PORQUE NUNCA FOI CATÓLICO UM DIA! QUEM NASCEU LONGE DA IGREJA CATÓLICA E QUISER A PURA, REAL E PLENA VERDADE DE DEUS, UMA HORA OU OUTRA VAI SER ATRAÍDO PELO ÍMA DO CORAÇÃO DE JESUS, PELO AMOR DA MÃE DE DEUS...
DEIXA ELA TE ATRAIR AGORA, MESMO QUE VOCÊ TENHA SE AFASTADO! VOLTA AGORA! TOME A DECISÃO E ABRA O CORAÇÃO DE UMA VEZ POR TODAS AO DEUS TODO PODEROSO E FAÇA UM PROPÓSITO PARA ESSE INÍCIO DE 2018: EU QUERO SER SANTO! EU QUERO SER UM VERDADEIRO CATÓLICO! CUSTE O QUE CUSTAR, EU SEREI CATÓLICO ATÉ A MORTE! ALELUIA! 
Para reparar tal frase do título e para incentivar-nos a ser verdadeiramente cristãos católicos genuínos e autênticos, deixamos uma frase para você refletir, divulgar e estampar no seu coração: CATÓLICO COM MARIA, PROFETA DOS ÚLTIMOS DIAS!
"Santa mãe de Deus e da Igreja, hoje eu volto... rendido aos teus pés quero mais uma vez entregar minha vida e meu coração! Quero consagrar-me a ti como nunca fiz antes! Arranca do meu coração qualquer mancha e veneno protestante que me fez ser indiferente ao teu amor, mesmo que tenha sido por um único dia da minha vida minha querida mãe e senhora! Eu sou todo teu! E quero ser muito mais teu! Quero me entregar sem reservas em tuas mãos, porque sei que a senhora vai me fazer um verdadeiro católico. 
Leva-me mãe mais uma vez para os dois lugares que podem mudar a vida de qualquer pessoa: para o drama do Calvário onde Jesus deu sua vida, derramou seu sangue para me purificar e perdoar de todo pecado e me concedeu a graça de ser teu filho... hoje a renovação do seu sacrifício único e eterno acontece todos os dias, o maior milagre que existe na face da Terra, no altar da cruz! 
Leva-me também mãe para a Sala do Cenáculo, onde a senhora e os apóstolos receberam a unção e a força do Espírito Santo para serem verdadeiros servos, discípulos de Cristo, cheios da autoridade que vem da Cruz e da Igreja, cheios do fogo que abrasa nossa alma e satisfaz nosso coração com seu amor. É esse Espírito que nos convence a respeito do pecado, da mentira, do julgamento, do juízo, da ilusão desse mundo. É o Espírito que faz cair as escamas do orgulho e da ambição dos nossos olhos, e nos faz, como São Paulo, cair do cavalo das falsas doutrinas e seitas, para voltar a enxergar a partir do Espírito e viver uma vida espiritual como os santos viveram, sendo dócil e aberto ao teu poder. 
Espírito de Deus enche-nos com tua paz e dai-nos a certeza que precisamos para nos lançar sem medo nos braços do Pai eterno! Esse Pai nos espera com as portas da sua Igreja abertas, escancaradas... Ahhhhhhh, Ele prepara um manjar, é um banquete especial, o melhor que poderíamos ter, é o banquete do cordeiro; nossa taça ele transborda com o vinho da alegria, da unção, da fé, da ousadia, dos seus dons, da sua glória, do seu amor; com a bebida dos mártires, o sangue do Cordeiro que tira o pecado do mundo!
Ahhhhhhhh, ele tem um anel pronto para colocar no nosso dedo, uma aliança de amor, um compromisso real com seu coração, um passo a mais que podemos dar para sair da infantilidade espiritual e entrar na infância e maturidade espiritual!
Ahhhhhhhhh, ele tem uma túnica nova para nos vestir e revestir a nudez da vergonha dos pecados e da sujeira do que vivemos, das mentiras que engolimos, dos restos de impureza que ficaram encarnadas em nosso corpo e nosso jeito de ser; essa nova roupagem branca e pura é a oportunidade que Jesus está nos dando para ser seus imitadores, mais uma vez, para viver na fidelidade e no amor à sua Santa Igreja!
Ahhhhhhhhh, a herança dos santos, do sangue dos mártires, das lágrimas dos justos, do clamor dos virgens, da sabedoria dos patriarcas, da firmeza da tradição da fé ele nos confia novamente: o verdadeiro tesouro que perdemos quando nos afastamos!
Bendito sejas tu para sempre, maravilhoso e glorioso Senhor dos Senhores e Rei dos Reis, tu és o Deus da minha vida e da minha salvação! Glorifico, engrandeço e bendigo o teu nome pela tua misericórdia, pelo teu coração que foi aberto na cruz! Te louvo e adoro porque a cada dia o Senhor renova teu sacrifício único e eterno, teu sacrifício de amor, sob o altar da cruz, em cada Santa Missa! Glórias e louvores porque o Senhor não nos abandona e continua vivo, diante de nós no Santíssimo Sacramento! Adorado sejais Senhor porque os mais de 2000 corpos incorruptos dos santos da tua Igreja só o são porque te comungaram com profundidade e propriedade.
Exalto a ti Espírito Santo, amado consolador e força da minha alma. Te rendo graças porque foi o Senhor que levantou tantos e tantos, milhares de santos por todos os cantos da Terra, em todas as épocas da história e deu garra e vigor aos mártires que foram capazes de renegar sua própria vida terra porque sabiam que a vida no céu é real. Glórias a Ti porque és tu que sustenta a esposa de Cristo a mais de dois mil anos.
Louvores a ti Pai Santo, porque em todas as coisas a tua vontade acontece, do jeito e no tempo que o Senhor deseja. Te dou graças porque o Senhor sempre esteve no controle de tudo na minha vida, assim como está controlando tudo no Universo. Bendito sejais Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal porque seu amor até aqui me sustentou... e é esse amor que me atrairá para viver toda a eternidade contigo no Céu! Aleluia! Aleluia! Aleluia! Amém!"
Queremos voltar como servos, à verdadeira casa do Pai... Tomemos essa decisão com nosso querido irmão Davidson Silva. Essa é a melhor decisão que podemos tomar hoje: VOU VOLTAR!
Deixemos a mensagem dessa canção queimar nosso coração... com nossos irmãos da Comunidade Colo de Deus queremos assumir isso como verdadeiros católicos: DESPERTA!
Ainda que tudo desmorone ao nosso redor, vamos continuar na barca da nossa salvação que é a Igreja Católica! E se não estamos, vamos voltar a esse barco seguro, pois como nos ensina Tony Allysson: DEUS ESTÁ NO BARCO!
Se no meio dos protestantes, ainda hoje depois de 2000 mil anos a Sagrada Família de Nazaré não tem espaço... não acolhem São José e nem a Virgem Maria e também não podem acolher a Cristo, o Salvador... aqui o acolhemos e damos glória a Deus por essa família que Deus escolheu para trazer seu Filho ao mundo. Por isso continuamos proclamando bendita, com a fraternidade Toca de Assis, a maravilhosa GRANDE MÃE DE DEUS!
Já que esse é o grito dessa noite, rezemos com Davidson Silva esse grito que deve ecoar em nosso coração, em nossas casas, em nossas famílias, em nossas comunidades, no mundo: DESPERTA!
"Para que não continuemos crianças ao sabor das ondas, agitados por qualquer sopro de doutrina, ao capricho da malignidade dos homens e de seus artifícios enganadores. Mas, pela prática sincera da caridade, cresçamos em todos os sentidos, naquele que é a cabeça, CRISTO." (Ef 4,14-15)

Em 1517 uma mulher ficou viúva e quinze anos depois engravidou. Outra mulher lhe perguntou: "Quem é o pai desse bebê?" E ela respondeu: "Do meu marido que morreu!"
Ridiculo, não é mesmo? Pois os protestantes nasceram quinze anos depois de Cristo e ainda assim eles dizem que são a verdadeira Igreja de Jesus Cristo...
Que possamos refletir nisso e ter a certeza de que a única Igreja fundada por Cristo e não por mãos de homens é a Igreja Católica, a esposa do Cordeiro de Deus: Una, Santa, Católica e Apostólica!
Santa Catarina de Sena um dia disse e é assim que queremos terminar para inflamar no seu coração o amor à esposa de Cristo: "Se morro, morro de amor pela Igreja Católica!"

Que Deus nos abençoe e confirme nossa catolicidade com autenticidade e propriedade!

quarta-feira

A escravidão de amor

"Foi pela Santíssima Virgem Maria que Jesus Cristo veio ao mundo, e é também por ela que deve reinar no mundo".
É dessa forma que o venerável São Luis Maria Grignion de Montfort inicia o maravilhoso 'Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem Maria' (que caso você não tenha ainda, recomendamos a adquiri-lo com urgência!) que é uma das mais belas obras escritas para levar-nos a uma perfeita consagração de toda a nossa vida a mãe de Deus.
Nessa postagem não vamos ensinar nenhum método, não vamos explicar como se consagrar, não vamos nos aprofundar no conteúdo do livro (pois isso você pode e deve fazer você mesmo), mas vamos refletir e mergulhar de cabeça no que é a Escravidão de Amor.
Talvez você ainda não saiba de uma coisa muito séria e que muitos católicos ainda não descobriram:
MARIA É O MEIO EXCELENTÍSSIMO QUE DEUS ESCOLHEU PARA VIR A NÓS E MOSTRAR-NOS SUA FACE DE AMOR E MISERICÓRDIA NA PESSOA DE JESUS CRISTO. PORTANTO, ELA É O MEIO QUE TAMBÉM NÓS DEVEMOS USAR PARA IR ATÉ ELE!
É claro que, por herança de uma das pragas do protestantismo que se espalhou pelo mundo, muitos católicos tem receio de ser ou de parecer "muito marianos". Tem medo de ofender os protestantes sendo devotos dela, pregando sobre ela, vivendo com ela e dependendo em tudo da sua ajuda e intercessão para ser mais perfeitamente de Deus.
Ora, se o Altíssimo Criador quis depender dela para trazer seu Filho à Terra, visto que podia fazê-lo sem a ajuda de nenhum ser humano - fazendo com que Jesus já aparecesse adulto para salvar a humanidade; ou que fosse concebido do nada pois ele é Deus onipotente - quem somos nós para também não depender dela?
Se Jesus quis escolher sua mãe - e por isso escolheu a mais pura e mais santas das mulheres que já teria nascido - e depois em seu testamento quis nos dar Maria para que fosse também nossa mãe (acesse a postagem sobre o Testamento de Cristo, clicando aqui)... Não podemos desprezar o presente do salvador. Ele quis nos dar uma mãe!
Se o Espírito Santo, que não gerava nada e nenhum fruto da Santíssima Trindade sozinho, encerrou-se na Virgem Maria e encontrou fecundidade nela para gerar Jesus Cristo, como não gerará Jesus cada vez mais poderosamente e intensamente em nós, quando encontrá-la também em nossas almas e fazendo parte da nossa vida? É certo que ele o fará, como tem feito em tantos devotos e escravos dela.
Caso esse negócio de escravidão de amor, ser escravo de Maria e escravo de Jesus soa estranho, parece exagero ou não te atrai de forma alguma, saiba que essa postagem foi escrita especialmente para você e para aqueles que você conhece que talvez pensem que isso é loucura...
E claro: sem desprezar aqueles que já são escravos e gostariam de aprofundar-se um pouco mais que seja em sua escravidão. Para tal, recomendamos a você acessar todas as postagens que temos sobre Maria até o momento, que com essa, são 7 (clique aqui).
Nesse ano mariano de 2017 no qual toda a Igreja Católica volta o olhar para a pessoa da Virgem Maria, nesse mês de Maio em que todos os anos é dedicado a ela, celebrando a festa de 100 anos da aparição da Virgem Maria em Fátima e em breve a festa de 300 anos da padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida, não poderíamos deixar de refletir sobre essa maravilhosa mulher.
Há mais ou menos 8 anos atrás, antes mesmo de me tornar escravo de Maria, Deus me deu a inspiração de escrever um breve e singelo poema em honra da Santíssima Virgem Maria (e por inspiração da morte de alguns amigos do passado, resolvi gravar todos os meus escritos no Youtube para deixar para as gerações futuras o legado da minha vida). Não porque escolhi, mas por pura providência, o poema da vez é esse que escrevi para ela e você pode acessar clicando aqui.
Vamos lá a mil por hora e faça bom proveito desse conteúdo espiritual, cujo intuito principal e único é aumentar no seu coração o amor a mãe de Deus; ou gerá-lo caso você não tenha nenhum amor por ela. Que Deus nos abençoe!
Existem, na ordem da natureza e da graça, dois tipos de escravidão: a escravidão ao mundo, que é forçada (que como refletimos na postagem anterior, está sob o domínio do maligno) e a escravidão a Deus, que é livre e espontânea. Ou seja, você querendo ou não, aceitando isso ou não, já é escravo.
Jesus disse:
"Todo homem que se entrega ao pecado é seu escravo" (Jo 8,34)
Pode ser que você não acredite ou não tenha muito conhecimento do que é pecado e tudo o mais. Por isso recomendamos as postagens sobre esse assunto (clique aqui).
Portanto, vamos supor que você se entregue ao pecado da fornicação ou da masturbação, por exemplo. Pode ser que você estivesse controlando essas tendências da sua carne e resolveu se entregar. Pode ter certeza de uma coisa: você se tornará um escravo da sua sexualidade e chegará aos níveis mais baixos e humilhantes em busca de prazer. Sua dignidade de filho de Deus ficará sujeita à satisfação momentânea de seus apetites. E é isso que o demônio quer.
Qualquer coisa que você possa viver longe de Deus te aprisionará e te fará um escravo sem nenhum esforço. É como a música do Zeca Pagodinho: ''Deixa a vida me levar..."  É fácil ser escravo do mundo, da própria carne, dos apetites sensíveis da natureza humana mas a pior coisa dessa escravidão é que continuamos escravos mesmo quando não existir mais prazer ou alegria. Continuaremos obrigados a tentar satisfazer a obrigação dessa escravidão! Escravos de um prazer redundante que nunca será satisfeito pois o que queremos e desejamos no fundo e no mais íntimo é Deus!
Só existe uma forma de lutar contra essa escravidão: é fazer-se escravo do amor de Deus.
Uma pessoa, como eu e você, que foi liberta por Deus do vício das drogas, da prostituição, da impureza, da vida sem sentido e vazio como escravo do mundo se tornou livre. E que tipo de liberdade é essa que ganhamos quando nos encontramos com Deus?
Jesus nos explica:
"Se permanecerdes na minha palavra, sereis meus verdadeiros discípulos; conhecereis a verdade e a verdade vos livrará. Se, portanto, o Filho vos libertar, sereis verdadeiramente livres." (Jo 8,31b-32.36)
Ou seja a condição da liberdade de Deus ocorre quando permanecemos em sua palavra! Jesus, que é a palavra viva de Deus, é quem nos liberta. Ou seja, para sermos verdadeiramente livres temos que permanecer com Jesus. E não abandona-lo na primeira ou na última ocasião de pecado e tentação.
Existem algumas pessoas que dizem que se Jesus nos libertou não devemos ser escravos de nada e de ninguém mais... E isso está certo! Mas se não nos fazemos seus servos, seus escravos, voltamos a ser escravos do mundo.
Com essa ideia de liberdade, muitos de nós encontra pretexto e caminho para voltar a escravidão do mundo. São Pedro já nos deixou o alerta em sua carta:
"Caríssimos, rogo-vos que, como estrangeiros e peregrinos, vos abstenhais dos desejos da carne, que combatem contra a alma. Comportai-vos nobremente entre os pagãos. Assim, naquilo em que vos caluniam como malfeitores, chegarão, considerando vossas boas obras, a glorificar a Deus no dia em que ele os visitar. Por amor ao Senhor, sede submissos, pois, a toda autoridade humana, quer ao rei como soberano, quer aos governadores como enviados por ele para castigo dos malfeitores e para favorecer as pessoas honestas. Porque esta é a vontade de Deus que, praticando o bem, façais emudecer a ignorância dos insensatos. Comportai-vos como homens livres, e não à maneira dos que tomam a liberdade como véu para encobrir a malícia, mas vivendo como SERVOS DE DEUS." (1Pd 2,11-16)
Muitos de nós que tivemos um encontro com o Senhor, queremos realmente ser livres e viver na liberdade que Jesus adquiriu para nós.
"É para que sejamos homens livres que Cristo nos libertou. Ficai, portanto, firmes e não vos submetais outra vez ao jugo da escravidão." (Gl 5,1)
Acontece que porque estamos acostumados a escravidão do mundo, aos desejos da carne e não nos convertemos realmente ao Senhor (aprofundaremos o tema da conversão em próximas postagens) temos a tendência de voltar ao pecado, às escravidões do mundo, mesmo quando tivemos um encontro real e verdadeiro com Jesus. E isso não é difícil de ver por aí hoje em dia: quantos tiveram um encontro com Deus e estão vivendo numa condição pior do que viviam antes desse encontro.
São Pedro nos explica o motivo em sua carta:
"Encontram as suas delícias em se entregar em pleno dia às suas libertinagens. Homens pervertidos e imundos, sentem prazer em enganar, enquanto se banqueteiam convosco. Têm os olhos cheios de adultério e são insaciáveis no pecar. Seduzem pelos seus atrativos as almas inconstantes: têm o coração acostumado à cobiça; são filhos da maldição. Deixaram o caminho reto, para se extraviarem no caminho de Bosor, que amou o salário da iniquidade. Mas foi repreendido pela sua desobediência: um animal mudo, falando com voz humana, refreou a loucura do profeta. Estes são fontes sem água e nuvens agitadas por turbilhões, destinados à profundeza das trevas. Com palavras tão vãs quanto enganadoras, atraem pelas paixões carnais e pela devassidão aqueles que mal acabam de escapar dos homens que vivem no erro. Prometem-lhes a liberdade, quando eles mesmos são escravos da corrupção, pois o homem é feito escravo daquele que o venceu. Com efeito, se aqueles que renunciaram às corrupções do mundo pelo conhecimento de Jesus Cristo nosso Senhor e Salvador nelas se deixam de novo enredar e vencer, seu último estado torna-se pior do que o primeiro. Melhor fora não terem conhecido o caminho da justiça do que, depois de tê-lo conhecido, tornarem atrás, abandonando a lei santa que lhes foi ensinada. Aconteceu-lhes o que diz com razão o provérbio: O cão voltou ao seu vômito (Pr 26,11); e: A porca lavada voolta a revolver-se no lamaçal." (2Pd 2,13-22)
Ou seja, a pessoa que foi liberta por Deus da escravidão do mundo não entendeu ainda uma coisa: antes de conhecer a Cristo somos escravos do mundo mas sem consciência. Quando temos uma experiência com Deus, nossos olhos se abrem e podemos escolher servir a Deus ou servir ao mundo. Muitos de nós querem realmente servir a Deus, mas não encontrou um meio ainda de se livrar das escravidões da vida passada.
Pode ser que você esteja entendendo até aqui. São Paulo não queria saber de outra coisa a ser estar aprisionado a Cristo:
"Na realidade, pela fé eu morri para a lei, a fim de viver para Deus. Estou pregado à cruz de Cristo." (Gl 2,19)
E nessa cruz ele se gloriava e carregava as marcas dessa escravidão:
"Quanto a mim, não pretendo, jamais, gloriar-me, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo. De ora em diante ninguém me moleste, porque trago em meu corpo as marcas de Jesus." (Gl 5,14.17)
Você sabe o que é estar pregado a cruz de Cristo e considerar o mundo crucificado? Você sabe quais são as marcas de Jesus? Significa que o mundo não tem nenhuma importância mais. Viver no mundo mas com os olhos, o coração e os pés no céu já. Isso é ser escravo de Jesus!
Mas por que a necessidade de Maria para sermos escravos de Jesus? Por que não podemos ser escravos diretamente dele sem necessidade de intervenção? Por que ter um intermediário entre nós e Jesus se ele disse que ninguém chega ao Pai senão for por ele?
É SOBRE EXATAMENTE ISSO QUE SE TRATA A DEVOÇÃO, A CONSAGRAÇÃO E ESCRAVIDÃO A SANTÍSSIMA VIRGEM MARIA E ISSO É MUITO SÉRIO IRMÃOS E IRMÃS! DEUS SABE E CONHECE A NOSSA NATUREZA HUMANA POR EXPERIÊNCIA E POR ISSO QUE NOS ENTREGOU A VIRGEM MARIA! COM SUA VIDA JESUS DEIXOU-NOS O EXEMPLO: ELE FOI O PRIMEIRO CONSAGRADO E ESCRAVO DE MARIA!
Portanto, para esclarecer com propriedade: o fim único da escravidão de amor, consagração total à Santíssima Virgem Maria, é o único modo de nos fazermos escravos perfeitos de Jesus Cristo. Tanto que o ato oficial da oração diz: CONSAGRAÇÃO A SABEDORIA ENCARNADA PELAS MÃOS DA SANTÍSSIMA VIRGEM MARIA!
Jesus Cristo deu mais glória a Deus permanecendo submisso à sua mãe santíssima por 30 anos de sua vida do que se tivesse realizado todos os milagres e prodígios de conversão de todos os pecadores do mundo inteiro; assim nos ensina o santo de Montfort. Isso é um mistério que só quem conhece realmente a Deus pode compreender.
O maior motivo de que precisamos de Maria para nos achegar a Jesus e por ele ao Pai, é a nossa indignidade. Não temos noção e nem consciência do nosso orgulho, pois somos como o pavão; do nosso apego à terra, mais do que os sapos; da nossa feiura, pior do que os bodes; da nossa inveja, pior do que as serpentes; da nossa sujeira, pior do que os porcos; da nossa cólera, pior do que os tigres e da nossa preguiça como as tartarugas; somos mais fracos que os caniços e mais inconstantes que um catavento. São as palavras do próprio São Luis: tudo que temos em nosso íntimo é nada e pecado e só merecemos a ira de Deus e o inferno eterno.
São Bernardo disse: "Eras indigno de receber as graças divinas: por isso elas foram dadas a Maria, a fim de que por ela recebesses tudo o que terias." E ainda mais: "Deus, vendo que somos indignos de receber suas graças diretamente de suas mãos divinas. dá-as a Maria, a fim de obtermos por ela o que ele nos quer dar; e também redunda em glória para ele, receber pelas mãos de Maria o reconhecimento, o respeito e o amor que lhe devemos por seus benefícios."
Aqui citamos o número 142 do tratado:
"É o que fazemos por meio de nossa devoção: oferecemos e consagramos à Santíssima Virgem tudo o que somos, e tudo o que possuímos, a fim de que Nosso Senhor receba por sua mediação a glória e o reconhecimento que lhe devemos. Reconhecemo-nos indignos e incapazes de, por nós mesmos, aproximar-nos de sua majestade infinita; e por isso servimo-nos da intercessão da Santíssima Virgem."
É por meio dela que todas as graças chegam a nós. Muitos de nossos irmãos protestantes infelizmente pensam que ela está morta e por isso não há sentido em pedir sua intercessão. Fora isso, havia sentido no que dizem; mas MARIA NÃO ESTÁ MORTA! ELA VIVE E REINA AO LADO DE SEU FILHO NO CÉU, MAIS ATUANTE DO QUE NUNCA!
Sabemos que a graça de Deus aperfeiçoa a natureza humana, e ainda mais, a glória aperfeiçoa a graça; e Maria que foi agraciada em sua natureza por ser concebida sem pecado original e viver toda uma vida para Deus, sem pecado antes de seu nascimento, durante sua vida e depois da sua morte. Ela está hoje no céu toda transformada, gloriosamente cheia da mesmo glória de Cristo, seu Filho; da unção do Espírito Santo, seu Esposo; e da amizade e amor do Pai.
É nela e somente nela que a Santíssima Trindade encontrou morada. Os céus não podem conter aquele que excede toda a criação, mas o ventre da Virgem Maria suportou toda a glória de um Deus que se encarnou para nos salvar e nos tirar da condição de escravos; e nos fazer servos e escravos da sua graça.
Na Bíblia há uma prefiguração do que viria a ser a Virgem Maria e os seus escravos, que por ela, por meio de seus conselhos e orientações, alcançam a benção de Deus (cf. Gn 27). Mas também há uma história que ilustra muito bem a nossa dependência de Maria para sermos escravos mais perfeitos de Jesus...
'Havia num certo reinado um camponês que oferecia de estação em estação a primeira colheita do fruto de suas macieras. Eram maças viçosas e vermelhinhas que agradavam muito a rei; que frequentemente retribuia o favor dessa oferta das mais numerosas formas. Foi o rei que enviara um berço e roupas especiais para sua segunda filha que havia nascido a algum tempo, por exemplo. Mas sempre tal camponês era convidado para os grandes banquetes do palácio e tinha muitos privilégios por parte da consideração que o rei tinha por ele. 
Numa determinada estação ocorreu uma desgraça: uma praga devorou as plantações e acabou com quase todas as maçãs de todo o campo - só restou apenas uma que prestava. Com tal situação, o camponês ficou desesperado. Não sabia o que fazer, pois o rei estaria esperando por sua oferta na noite daquele dia que amanheceu cinza.
Pois bem, chegou aos ouvidos da rainha a notícia de tal fato. Mais do que depressa e para evitar mais tristeza do camponês, ela se dirigiu ao campo e ficou realmente espantada com o tamanho da destruição que tal praga gerou. Se dirigindo ao camponês ela teve uma ideia: a de oferecer aquela única maçã ao rei! É claro que o camponês não aceitou e ficou muito magoado pois mais do que privilégios, tinha medo de perder a amizade com o rei.
A rainha que conhecia intimamente o rei pediu ao camponês tal maçã pois a colocaria numa linda cesta e a enfeitaria, ela mesma, de acordo com os gostos do rei. E também a apresentaria a oferta ao rei. Foi dito e feito. Chegando a noite da apresentação da oferta, a própria rainha saiu de seu trono e foi representar o camponês. O rei se espantou e no fundo sentiu um nó no estômago pois estava esperando a quantia média de 200 maçãs que sempre recebia naquela estação. Tamanha foi sua surpresa ao ver a cesta vazia, com apenas uma única maçã, mas também sua admiração pois havia algo de especial, de singelo, mas de total delicadeza, que ele sabia que só poderia ter uma origem: a rainha! 
Cheio de alegria porque a rainha havia lhe preparado a entrega da oferta do camponês, o rei nem ao menos quis saber o que havia acontecido, mas em honra da oferta, que tornara-se tão especial porque havia aí a mão da rainha, mandou convocar o camponês para o maior banquete que já havia acontececido no reinado daquela região. Em razão disso, tornou-se amigo mais perfeitamente do camponês, pois isso lhe agradou mais do que toda a vida de tradição de ofertas que tinha oferecido...'
É A MESMA COISA QUE ACONTECE QUANDO OFERECEMOS TUDO O QUE SOMOS E TEMOS A MARIA! ELA É A RAINHA QUE ADORNA NOSSAS BOAS OBRAS, NOSSAS ORAÇÕES, NOSSAS OFERTAS A DEUS; E A APRESENTAM COM UMA FORMOSURA E BELEZA QUE ANTES NÃO TINHAM; E QUE SE TORNAM TÃO AGRADÁVEIS A DEUS, QUE SOMOS GRANDEMENTE FAVORECIDOS; NÃO POR CAUSA DA OFERTA EM SI, MAS POR CAUSA DE QUEM A OFERECEU EM NOSSO NOME!
É isso que ela faz, fez e vai continuar fazendo por toda a eternidade. Nossa Senhora é quem nos apresenta diante de Deus, quem intercede em nosso favor, quem nos ajuda quando mais precisamos, quem nos sustenta e nos dá o favor do rei dos reis. É ela que agracia nossa vida, nossa família e nossa história.
É ela quem cuida dos seus servos, seus devotos e seus escravos com um carinho especial de mãe. Se você é da descendência da mulher e não da serpente, não perca mais tempo e venha você também se deixar cuidar pela mãe de Jesus. Ela vai cuidar de você como cuidou de Cristo!
Quando caimos, ela zela pelas nossas feridas e nos ajuda a levantar; quando nos afastamos e perdemos a direção e o caminho a seguir, ela nos aponta o rumo que devemos trilhar; quando esquecemos de Deus, ela vem para trazer essa lembrança; quando somos atacados pelo demônio e pelo mundo, ela nos cobre com seu manto sagrado e nos protege. Ela é verdadeiramente nossa mãe!
Muitos de nós tem dificuldade de se relacionar com a mãe do céu porque teve uma história difícil com sua mãe da terra, mas até mesmo nisso ela nos ajuda. Nos devolve e contagia nosso coração por amor pela nossa mãe da terra, por mais difícil que tenha sido; e assim, podemos chegar a amá-la com um ardor que pensavamos nunca ser capazes.
Pelo fato de que sou Escravo de maria e minha consagração ocorreu um dia antes do meu aniversário como um presente maravilhoso de Deus, me tornei devoto de Nossa Senhora das Graças (dessa imagem abaixo). Foi um grande presente de Deus a graça de me tornar escravo de Maria.
Quando nasci, a enfermeira que me pegou no colo quando sai do ventre da minha mãe, me apresentou e me consagrou a Nossa Senhora. E ela esteve presente em cada momento de minha vida, cuidando, velando e alcançando as bençãos e graças, proteção e misericórdia de Cristo em cada etapa da minha história.
Num determinado momento da minha vida, depois de ter um encontro com o Senhor (cujos testemunhos você pode acessar clicando aqui), senti a necessidade de estar preso a mãe de Deus, e achava que o terço era a corrente que me aprisionaria a mãe de Deus. Depois de um tempo na caminhada, um irmão religioso da Toca de Assis me deu o livro do Tratado da Verdadeira Devoção a Santíssima Virgem Maria. Eu tentei ler por duas, três, quatro vezes, mas nunca ao menos consegui terminar de ler o livro.
Depois de quase 10 anos de caminhada, fiz um encontro profundo de cura interior em São Paulo chamado Agapeterapia. Nesse encontro recebi muitas graças de Deus e curas extraordinárias, mas uma  graça concreta e visível, apalpável em minha vida foi a graça de tomar uma decisão: custe o que custar, vou me consagrar para ser escravo de Nossa Senhora.
Não tinha noção do que Deus me reservava, mas tudo por providência e bondade de Deus: ele preparou o meu coração, preparou o dia, preparou o lugar, preparou o sacerdote para me consagrar, os irmãos para me ajudar e tudo o mais. Sou imensamente grato a Deus e posso afirmar com toda a convicção e certeza de fé do íntimo do meu coração: se estou na presença de Deus hoje é por causa dela, é obra dela em minha vida.
Vem você também se consagrar nessa Escravidão livre de amor para ser um total consagrado de Jesus pelas mãos de Maria:
"Ave, Mria, Filha bem-amada do Pai Eterno; ave, Maria, Mãe admirável do Filho; ave, Maria, Esposa fidelíssima do Espírito Santo! Ave, Maria, minha querida Mãe, minha amável Senhora e poderosa Soberana; ave, minha alegria, minha glória, meu coração e minha alma! 
Vós me pertenceis toda por misericórdia, e eu vos pertenço todo por justiça. Mas não vos pertenço todo ainda; de novo me dou a Vós todo inteiro, na qualidade de escravo perpétuo, sem nada reservar para mim ou para outrem. Se vedes em mim qualquer coisa que não Vos pertença, eu Vos suplico que a tomeis agora, e Vos torneis Senhor de tudo quanto possuo; que destruais, desarraigueis e aniquileis tudo o que em mim desagrada a Deus; e que planteis, promovais e opereis em mim tudo o que Vos agradar.
Que a luz de vossa fé dissipe as trevas do meu espírito; que vossa humildade profunda tome o lugar de meu orgulho; que vossa contemplação sublime suste as distrações de minha imaginação vadia; que a vossa visão contínua de Deus encha a minha memória de sua presença; que o incêndio da caridade de vosso coração dilate e abrase a tibieza e frieza do meu; que vossas virtudes substituam meus pecados; que vossos méritos sejam o meu ornamento e suplemento perante Deus. Enfim, Mãe querida e amada, fazei, se possível for, que eu não tenha outro espírito senão o vosso, para conhecer Jesus Cristo e suas divinas vontades; que não tenha outra alma senão a vossa, para louvar e glorificar o Senhor, que não tenha outro coração senão o vosso para amar a Deus com um amor puro e ardente como vós. 
Não Vos peço visões ou revelações ou deleites ou prazeres, nem mesmo espirituais. É privilégio vosso ver claramente, sem trevas; deleitar-Vos plenamente, sem amargor; triunfar gloriosamente à direita de vosso Filho, no Céu, sem humilhação alguma; dominar absolutamente sobre os Anjos, os homens e os demônios, sem resistência, e, enfim, dispor de todos os bens de Deus segundo a vossa vontade, sem restrição alguma.
Eis, divina Maria, a ótima parte que o Senhor Vos deu e que não Vos será tirada - e isto me deleita sobremaneira. Por minha parte, não quero nesta Terra senão o que Vós tivestes, a saber: crer puramente, sem nada sentir ou ver; sofrer alegremente, sem consolação das criaturas; morrer continuamente a mim mesmo, sem trégua; e trabalhar resolutamente, até a morte, por Vós, sem interesse algum, como o mais vil dos escravos. Uma só graça Vos peço, por pura misericórdia, é que, a todos os dias e momentos de minha vida, eu diga três vezes Amém: Assim seja, a tudo o que fizestes na Terra, enquanto nela vivestes. Assim seja, a tudo o que fazeis agora no Céu. Assim seja, a tudo o que operais em minha alma, a fim de que nela só Vós estejais para glorificar plenamente a Jesus em mim, no tempo e na eternidade. Amém!"
Com a comunidade Colo de Deus, como escravos e consagrados, vamos RESPIRAR MARIA!
E vamos com o coração em festa entrar e subir ao andar de cima onde se encontra a CASA DE MARIA!
Venha você também ter o desejo de ser e viver como São João Paulo II com o lema de vida TOTUS TUUS!
Convide ela a estar presente em sua vida, em sua casa e em sua história e você também poderá sentir o CHEIRO DE ROSAS!
Se você está precisando, saiba que existe um COLO DE MÃE!
O Tonny Allysson nos ensina de uma forma diferente a mesma realidade do COLO DE MÃE!
Encerramos ao som da comunidade Colo de Deus para os escravos verdadeiros da mãe de Deus, consagrando toda a nossa vida, declarando e cantando ao mundo ACASO NÃO SABEIS!
"Ser vosso devoto, ó Maria Santíssima, é uma arma de salvação que Deus dá aqueles que quer salvar!" (São João Damasceno)

Que o amor da Virgem Maria possa envolver a cada um de nós que chegou até aqui, e ela nos atraia a si mesma, para nos levar a um amor mais perfeito ao nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, para darmos mais glória e louvor ao Pai e nos deixar conduzir pela poderosa ação do Espírito Santo, como ela mesmo fez. Nós queremos seguir a Jesus com a senhora, nossa senhora, nossa rainha e nossa mãe!

Que Deus nos abençoe e nos faça ser cada vez mais devotos e escravos de Maria!

quinta-feira

Sob o domínio do maligno

"A serpente era o mais astuto de todos os animais dos campos que o Senhor Deus tinha formado. Ela disse à mulher: É verdade que Deus vos proibiu comer do fruto de toda árvore do jardim? A mulher respondeu-lhe: Podemos comer do fruto das árvores do jardim. Mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, Deus disse: Vós não comereis dele, nem o tocareis, para que não morrais. Oh, não - tornou a serpente - vós não morrereis! Mas Deus bem sabe que, no dia em que dele comerdes, vossos olhos se abrirão, e sereis como deuses, conhecedores do bem e do mal." (Gn 3,1-5)
Amados irmãos e irmãs em nosso Senhor Jesus Cristo, veja que audácia e que astúcia da maldita serpente, da qual satanás se apropriou para atrair os olhos da primeira mulher que existiu para longe de Deus. E quando eu e você tiramos os olhos de Deus, as maiores desgraças acontecem em nossa vida.
Santa Catarina de Sena dizia que todo o mal provém de tirarmos os olhos de Deus ou de não fixarmos os nossos olhos nele. Santo Tomás de Aquino dizia que quando nos aproximamos de Deus, nos afastamos das coisas terrenas e que quando nos aproximamos das coisas terrenas, nos afastamos de Deus.
Essa antiga serpente, que sabemos que é o maligno, não foi seduzir o homem. Por que? Porque talvez o homem não teria a ingenuidade de ouvir uma cobra falando. Talvez o hom/em pensaria antes de ouvir um animal falando e ainda dando conselhos para desconsiderar o que o próprio Deus disse. Aliás, por ser astuta ela foi seduzir primeiro a mulher, para então chegar ao homem. Isso significa que o demônio sabe o que faz e sabe como nos seduzir, sendo homem ou mulher. É por esse motivo que temos que estar atentos com os olhos abertos!
A serpente disse que a mulher que se ela desobedecesse a Deus e comesse do fruto da única árvore que Deus proibiu de comer seus olhos se abririam... 
MAS FOI EXATAMENTE O CONTRÁRIO QUE ACONTECEU, É E SEMPRE SERÁ ASSIM! QUANDO O DEMÔNIO TENTA NOS SEDUZIR, ELE SEMPRE VAI CEGAR NOSSOS OLHOS PARA A VERDADE DE DEUS; NOS FAZER SURDOS PARA OUVIR O QUE DEUS PEDE; MUDOS AO QUE ESSA VERDADE NOS CHAMA A PROCLAMAR E INSENSÍVEIS AO DEUS DE VERDADE, QUE É A PRÓPRIA VERDADE! FORA DELE TUDO É MENTIRA!
Aliás, São João proclamou em seu Evangelho com toda autoridade e verdade o que Jesus ensinou sobre o demônio:
"Ele era homicida desde o princípio e não permaneceu na verdade, porque a verdade não está nele. Quando diz a mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira." (Jo 8,44b)
Portanto, nunca, nunca, nunca o demônio vai falar a verdade. É ele quem inspira a política de esquerda no país (que não tem nada a ver com nosso tema, mas é verdade). Todos esses liberais e progressistas podem tomar posse do que Jesus disse na parte "a" desse versículo 44: "Vós tendes como pai o demônio e quereis fazer os desejos de vosso pai."
Foi ele que teve a ideia revolucionária de não aceitar se prostrar a um Deus que viria se encarnar no seio de uma virgem - a Santíssima Maria (cujas postagens sobre ela você pode acessar clicando aqui - nesse ano mariano, e especialmente nesse mês de Maio, dedicado a Nossa Senhora, vamos refletir sobre essa mulher extraordinária) e por isso foi expulso do paraíso e levou 1/3 dos anjos com ele nessa loucura.
Depois assumiu a serpente para seduzir a mulher, talvez com a ideia de tentar corromper o gênero humano feminino para que não houvesse meios da Virgem Maria ser concebida e gerar o Filho de Deus.
DESDE O PRINCÍPIO O DEMÔNIO TENTOU E TENTA ACABAR COM OS PLANOS DE FELICIDADE E VIDA PLENA PARA O SER HUMANO QUE O CRIADOR ESTABELECEU.
"Deus não é o autor da morte, a perdição dos vivos não lhe dá alegria alguma. Ele criou tudo para a existência, e as criaturas do mundo devem cooperar para a salvação". (Sb 1,13-14a)
"Ora, Deus criou o homem para a imortalidade, e o fez à imagem de sua própria natureza. Foi por inveja do demônio que a morte entrou no mundo, e os que pertencem ao demônio prová-la-ão." (Sb 2,24)
"O ladrão (o demônio) não vem senão para furtar, matar e destruir." (Jo 10,10a)
Portanto, vamos parar de ser tolos e dar ouvidos as sugestões malignas e tentações que nos são propostas, sabendo que o principal objetivo de tudo isso é nos fazer afastar de Deus. Vamos imitar a Santíssima Virgem Maria e não tirar nossos olhos de Deus, nem no sofrimento, diante da cruz, pois é olhando para o nosso Senhor que vamos ser livres e libertos de todo mal, se é que queremos sair do esquema de dominío do maligno.
Aproveitando que hoje é um dia que a Igreja relembra de forma especial como sendo a Instituição da Eucaristia, vamos de música com Eugênio Jorge cantar, rezar e deixar que essa luz eucaristica do nosso Senhor Jesus Cristo ilumine todas as trevas que há em nós ao som de Não fixeis os olhos.
Queridos e queridas, sabemos que os santos e patriarcas da Santa Igreja Católica ensinam que não temos alegria alguma em falar de satanás (embora alguns protestantes parece que sentem prazer em falar do demônio). Não temos prazer algum em falar dele e das coisas das trevas, mas precisamos falar para instruir e jogar luz onde há treva para não cairmos como a ingênua Eva.
"Procurai o que é agradável ao Senhor, e não tenhais cumplicidade nas obras infrutíferas das trevas; pelo contrário, condenai-as abertamente. Porque as coisas que tais homens fazem ocultamente é vergonhoso até falar delas. Mas tudo isto, ao ser reprovado, torna-se maniesto pela luz. E tudo o que se manifesta deste modo torna-se luz. Por isto (a Escritura) diz: Desperta, tu que dormes! Levante-te dentre os mortos e Cristo te iluminará (Is 26,19; 60,1)!" (Ef 5,10-14)
Assim como quando entramos no nosso quarto a noite e está tudo escuro, quando apertamos o interruptor da luz (pelo fato de estar tudo pronto e automático, talvez não percebamos o que acontece) a luz ilumina tudo o que estava escuro e podemos ver com clareza no mundo humano e físico, a mesma coisa acontece no mundo espiritual: quando a luz de Deus vem, toda treva é dissipada.
Tendo esclarecido isso, vamos de cabeça ao tema central dessa postagem que é para abrir nossos olhos a realidade do marcador que vamos refletir hoje e te convidamos a acessar os temas anteriores sobre esse mesmo tema: Batalha Espiritual.
"Sabemos que aquele que nasceu de Deus não peca; mas o que é gerado de Deus se acautela, e o Maligno não o toca. Sabemos que somos de Deus, e que o o mundo todo jaz sob o Maligno." (1Jo 5,18-19)
VEJA QUE COISA SÉRIA E QUE TALVEZ NUNCA TENHAMOS PENSADO ANTES: SOMOS DE DEUS E O MUNDO TODO JAZ SOB O MALIGNO! POR ISSO NÃO DEVEMOS NOS ASSUSTAR QUANDO NOSSO SENHOR JESUS CRISTO DISSE:
"No mundo haveis de ter aflições. Coragem! Eu venci o mundo." (Jo 16,33b)
E também disse diante de Pilatos:
"O meu Reino não é deste mundo." (Jo 18,36)
Até hoje, por qual motivo você acha que o Salvador da humanidade disse que no mundo teríamos aflições? Que tipo de aflições Jesus se referia quando disse isso? Por que ele disse que o Reino dele não é desse mundo? Para deixar algumas coisas mais claras, convidamos você a acessar a postagem sobre o mundo (clique aqui).
Pois bem meus irmãos, aqui podemos também esclarecer o título desse blog e dizer que nosso objetivo não é estabelecer o Céu na Terra, uma vez que esse título foi inspirado em São João Paulo II que faz referência ao mistério da Santa Missa (por isso que as postagens geralmente são feitas na Quinta-Feira). Não queremos de forma alguma o reino da terra ou o reino na terra, mas esperamos a volta de Cristo, onde esse mundo (que jaz sob o domínio do Maligno) passará e haverá novos céus e uma nova terra. NOSSA ESPERANÇA É O REINO DOS CÉUS!
Pois bem, o mundo é cheio de aflições. Mas essas aflições são mais rigorosas, intensas e pesadas para aqueles que são de Deus. Porque o Reino de Cristo não é desse mundo e ele não queria instaurar nenhum reino de fraternidade coisa nenhuma, ele queria é preparar para nós um lugar no céu. Diante de todas essas aflições e desgraças, Jesus nos pediu para não se perturbar...
"Não se perturbe o vosso coração. Credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas. Não fora assim, e eu vos teria dito: pois vou preparar-vos um lugar. Depois de ir e vos preparar um lugar, voltarei e tomar-vos-ei comigo, para que, onde eu estou, também vós estejais." (Jo 14,1-3)
Então, o nosso foco é o Céu (acesse as postagens sobre o céu, clicando aqui), mas queremos refletir sobre esse breve momento que estamos aqui na terra. E para que estamos aqui? Para vencermos como nosso Mestre, Rei e Senhor venceu.
Ele, sendo mestre, foi perseguido e se somos seus discípulos, também vamos ser perseguidos. Ele sofreu no mundo, e também vamos sofrer.
"Se o mundo vos odeia, sabei que me odiou a mim antes que a vós." (Jo 15,18)
Mas se permanecermos com ele vamos alcançar sua vitória em nossa vida e chegar ao glorioso Céu. Mas nessa passagem, vamos sofrer um pouquinho:
"Confirmavam as almas dos discípulos e exortavam-nos a perseverar na fé, dizendo que é necessário entrarmos no Reino de Deus por meio de MUITAS TRIBULAÇÕES." (At 14,22)
Essa linguagem que o grande apóstolo São Lucas utizava no livro dos Atos dos Apóstolos não é a mesma linguagem adocicada e mentirosa que muitos servos do demônio utilizam hoje em dia quando vão falar do céu e das coisas de Deus. Ele escreveu a verdade, e sua palavra não poderia ser outra, pois está a serviço do Senhor dos Senhores.
VAMOS TER QUE ENTRAR NO REINO DE DEUS POR MEIO DE MUITAS TRIBULAÇÕES! VOCÊ ACHA QUE SOFRE TRIBULAÇÕES EM SUA VIDA DE FÉ? VOCÊ ACHA QUE SOFRE TENTAÇÕES? VOCÊ ACHA QUE TEM MUITAS AFLIÇÕES? ENTÃO TEMOS DUAS NOTÍCIAS PARA VOCÊ: A PRIMEIRA É QUE VOCÊ DÊ GRAÇAS A DEUS POR TUDO ISSO; E A SEGUNDA É QUE ISSO AINDA NÃO É NADA, VAI TER MUITO MAIS!
Vivemos num mundo que está sob o domínio do Maligno. São João utiliza a palavra JAZ! Ou seja, um mundo que está morto! Um mundo cheio de morte, porque quem rege e controla o mundo, as coisas do mundo, a moda, as coisas que fazem sucesso, as leis, as regras da vida mundana, como você viver, que controla o comportamento social e diz o que é certo e o que é errado, é o próprio Maligno!
A mesma serpente que enganou Eva, e através de Eva, seduziu Adão, no paraíso, está por aí solta no mundo, fazendo guerra contra a descendência da Nova Eva (Maria Santíssima) e vomitando um mar de imundícies contra os que são de Deus (cf. Ap 12,15ss).
Diante de tudo isso, quantos cristãos querem ainda se adaptar aos gostos e valores do mundo? Quanta idiotice! Quanta babaquice! Diante de tudo isso, por que muitas vezes a Igreja (ou aqueles que estão a frente e representando a Santa Igreja) querem se adaptar ao mundo e falar uma linguagem mundana? Ora, Deus vê a boa vontade das pessoas que fazem isso querendo resgatar os filhos de Deus perdidos e iludidos nos prazeres do mundo. Mas a Igreja é chamada a ser representante das coisas do céu e não das coisas da terra.
"Se, portanto, ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas lá do alto, onde Cristo está sentado à direita de Deus. Afeiçoai-vos às coisas lá de cima, e não às da terra. Porque estais mortos e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus. Quando Cristo, vossa vida, aparecer, então também vós aparecereis com ele na glória. Mortificai, pois, os vossos membros no que têm de terreno: a devassidão, a impureza, as paixões, os maus desejos, a cobiça, que é uma idolatria. Dessas coisas provém a ira de Deus sobre os descrentes." (Cl 3,1-6)
Esse mesmo São Paulo que escreveu a comunidade dos Colossenses, instruindo-os a se desmundanizar, é o mesmo que se referiu a essa batalha espiritual na carta aos Efésios (6,12) dizendo que não lutamos contra homens de carne e sangue, mas contra os demônios. Mas para lutar contra os demônios, não podemos ser mundanos.
Aliás, Paulo instruiu a comunidade de Corinto, e a todos os seguidores de Cristo que temos que viver no mundo mas como se não fossemos do mundo. Por esse motivo é que Jesus disse:
"Se fôsseis do mundo, o mundo vos amaria como sendo seus. Como, porém, não sois do mundo, mas do mundo vos escolhi, por isso o mundo vos odeia." (Jo 15,19)
POR ISSO ESSA HISTÓRIA DE QUERER FICAR AGRADANDO O MUNDO É DO DEMÔNIO! QUEM É CRISTÃO TEM QUE ESTAR FELIZ DE SOFRER PELO NOME DE JESUS E SABER QUE O MUNDO SÓ NOS ODEIA PORQUE JAZ SOB O MALIGNO E QUE NOS ODEIA PORQUE ODEIA AO SENHOR JESUS!
Vamos poder ser reconhecidos como cristãos realmente quando tivermos a loucura de que os apóstolos tiveram ao apanhar por estarem pregando e vivendo, não de acordo com o mundo, mas de acordo com a vontade de Deus e na graça do Senhor Jesus Cristo. Eles foram presos, açoitados, proibidos de pregar; Pedro diz que importava obedecer antes a Deus do que aos homens e depois de apanhar e tudo...
"Eles saíram da sala do Grande Conselhor, cheios de alegria, por terem sido achados digno de sofrer afrontas pelo nome de Jesus." (At 5,41)
Isso sim que é ser cristão! É ir contra o mundo! É nadar contra a correnteza! É ter a coragem de ser puro em meio a impureza que predomina! É não aceitar os modismos e os determinismos mundanos de como devemos viver a nossa vida e educar nossos filhos, mas nos deixar guiar pela poderosa Palavra de Deus! É saber que em tudo e em cada detalhe da nossa vida, sendo de Deus estamos travando uma batalha espiritual constante e infindável com o príncipe desse mundo de trevas!
Para quem é católico e não está gostando aí, porque estamos falando de satanás, aí vai, nas Sagradas Escrituras, o primeiro papa da Igreja, alertando-nos:
"Sede sóbrios e vigiai. Vosso adversário, o demônio, anda ao redor de vós como o leão que ruge, buscando a quem devorar. Resisti-lhes fortes na fé. Vós sabeis que os vossos irmãos, que estão espalhados pelo mundo, sofrem os mesmos padecimentos que vós." (1Pd 5,8-9)
Ou seja: os cristãos verdadeiros estão sofrendo as aflições que Jesus disse, estão passando por dores no corpo e na alma, por coisas que não entendem, por desprezo, por rejeições, por ridiculo, por situações que só acontece com quem é realmente de Deus, mas não estamos sozinhos nessa empreitada - há irmãos na fé passando pelas mesmas coisas no mundo inteiro. Isso, de alguma forma, deve ser um consolo. Não sofremos sozinhos! Aliás, Jesus sofre conosco e permanece conosco até o fim.
"Eis que estou convosco todos os dias, até o fim do mundo." (Mt 28,20)
O que significa isso? É que esse mundo vai acabar! E o fim dele está próximo. Por isso devemos nos encher de esperança, retomar a confiança no Deus todo-poderoso, redobrar a vida de oração e deixar que ele conduza a nossa vida como ele quiser. Nós não nos pertencemos...
POR ESSE MOTIVO, VAMOS PARAR DE NOS ILUDIR COM ESSES IDEAIS COMUNISTAS E SOCIALISTAS QUE O DEMÔNIO INSPIROU A HOMENS MUNDANOS E LEVIANOS, E VAMOS NOS APEGAR A VERDADE DO EVANGELHO!
A nossa luta vai durar o tempo da nossa vida. Jó dizia que a vida do homem sobre a face da terra é uma luta (cf. Jó 7,1), ou seja, temos que parar de nos iludir de tentar construir o "céu na terra". O verdadeiro Céu na Terra acontece sobre os altares de nossas Igrejas, onde o mistério do calvário é posto diante dos nossos olhos e Jesus renova o seu sacrifício de amor por nós, de maneira incruenta, para nos fortalecer e nos sustentar nessa guerra.
Vamos encerrar com uma recomendação maravilhosa que São Paulo deu a comunidade de Roma e que hoje pode abrir os seus olhos e te levar a verdade de Deus, de uma vez por todas:
"Não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso espírito, para que possais discernir qual é a vontade de Deus, o que é bom, o que lhe agrada e o que é perfeito." (Rm 12,2)
 É UMA DECLARAÇÃO DE GUERRA O QUE VAMOS FAZER AGORA! O MUNDO PAGÃO E SOB O DOMÍNIO DO MALIGNO DIZ QUE DEUS NÃO EXISTE, QUE ELE ESTÁ MORTO, QUE ELE NÃO FAZ DIFERENÇA, COLOCANDO O HOMEM NO CENTRO DO UNIVERSO. AGORA VAMOS COLOCAR DEUS NO CENTRO E ACOLHER O PODER DA CRUZ DE CRISTO QUE É LOUCURA E ESCÂNDALO PARA ESSE MUNDO, MAS PARA NÓS, SALVAÇÃO E VIDA VERDADEIRA:
"Jesus querido, diante da tua cruz, quero me entregar e colocar todas as minhas aflições. Não está sendo fácil Senhor. As dificuldades são tamanhas que não tenho lembrado que estou em guerra contra o mundo, a carne e o demônio. Muitas vezes me esqueço e me deixo levar pela onda de novidades, de tecnologia, de modismos e acabo me adequando, me adaptando, me revestindo da mentalidade e do modo de viver do mundo...
Me perdoa Senhor, por ser tão fraco, tão mesquinho e tão hipócrita. Ao invés de dar testemunho e viver a fé verdadeira, como um autêntico cristão, tenho vivido uma fé morna com açucar, me identifcando e aplaudindo as máximas do mundo. Mas ajuda-me Senhor! Vem em socorro da minha falta de fé e falta de vergonha na cara! Não quero me conformar com esse mundo e com a realidade que me cerca, mas me dobrando diante da tua cruz, coloco toda essa realidade aos teus pés e peço que o Senhor faça a tua vontade acontecer.
Ainda que eu tenha que chorar, ainda que eu tenha que sofrer, ainda que eu tenha que passar por dores e sofrimentos, ainda que eu tenha que sangrar para não me entregar ao pecado. prefiro fazer isso do que deixar que o mundo tome conta de mim e do meu coração. Não, Senhor! Eu não aceito e renuncio a toda mentalidade mundana que tem me envolvido, aliciado e guiado a minha vida. Quero ser cristão de verdade! 
Quero pedir que o Espírito Santo que vem da tua paixão, que vem da tua cruz, que vem pelas tuas chagas, agora venha sobre a minha vida e traga contrição e arrependimento ao meu coração. Me leva Espírito de Deus às chagas de Cristo. Eu ressuscitei com Cristo no meu batismo e minha vida está escondida com Cristo em Deus. Eu quero me esconder agora nas chagas do Senhor; por isso suplico em nome de Jesus: leva-me Espírito Santo. 
Renova minha experiência com o amor desse Deus enlouquecido de amor por mim, que sofreu os maiores ultrajes que um ser humano poderia sofrer, continuou me amando até o fim, continua me amando, e me convida a trilhar os mesmos passos que ele trilhou. Vem em socorro da minha ignorância e me enche com as coisas do céu.
Se posso te pedir uma graça especial nesse momento, Espírito Santo, é que você opere uma obra de desmundanização em minha história. Vem me libertar do mundo. Jesus me tirou do mundo, me escolheu e me fez para viver no mundo mas não ser mundano. Ajuda-me a ser de Deus, a ter os pensamentos e o coração de Cristo. Atrai-me a sua Palavra! Atrai-me a Santa Missa! Atrai-me a adoração! Atrai-me a vida verdadeira, desapegada das coisas da terra e apegada as coisas do céu.
Nesse mês mariano, te peço Espírito Santo, renova minha devoção a sua esposa santíssima. Ajuda-me a ser um escravo que preste! Ajuda-me a agradar minha rainha e deixar que ela tome conta dos meus negócios corporais, espirituais, financeiros, temporais e eternos. 
Entrego tudo a ti minha mãe! Sou todo vosso, e tudo o que possuo é vosso; para sempre! Intercede por mim e me leva no teu colo, me protege sob o teu manto sagrado e me gera no teu ventre para ser santo, para agradar a Cristo na minha e na minha morte. Amém!
Bendito seja o Senhor Jesus, agora e para sempre. Toda glória, louvor e adoração ao Senhor, por tua cruz, por tuas 5.480 pancadas. Por todo o sofrimento redentor do Senhor, que me atrai ao Céu. Glórias ao teu nome Senhor. Todo louvor e adoração a ti! Obrigado por tua graça e tua presença que me enchem nesse momento. Aleluia! Amém!"
Com a comunidade Colo de Deus queremos adorar e adentrar o Santo dos Santos.
Ainda com eles queremos pedir que Deus renove a fé e esperança em nosso coração, assim de modo Espontâneo.
Pedimos que Deus nos dê a graça que precisamos de que caia as escamas dos nossos olhos e dê-nos essa ordem: Desperta!
E já que todas as músicas de hoje são da Colo de Deus, vamos encerrar ao som deles pedindo e clamando Vem Senhor Jesus - Maranatha!
"Sabemos, com efeito, que ao se desfazer a tenda que habitamos neste mundo, recebemos uma casa preparada por Deus e não por mãos humanas, uma habitação eterna no céu. E por isto SUSPIRAMOS e ANELAMOS ser sobrevestidos da nossa habitação celeste, contanto que sejamos achados vestidos e não despidos. Pois, enquanto permenecemos nesta tenda, gememos oprimidos: desejamos ser não despojados, mas revestidos de uma veste nova por cima da outra, de modo que o que há de mortal em nós seja absorvido pela vida. Aquele que nos formou para este destino é Deus mesmo, que nos deu por penhor o seu Espírito. Por isso, estamos sempre cheios confiança. Sabemos que todo o tempo que passamos no corpo é um exílio longe do Senhor. Andamos na fé e não na visão. Estamos, repito, cheio de confiança, preferindo ausentar-nos deste corpo para ir habitar junto do Senhor. É também por isso que, vivos ou mortos, nos esforçamos por agradar-lhe. Porque teremos de comparecer diante do tribunal de Cristo. Ali cada um receberá o que mereceu, conforme o bem ou o mal que tiver feito enquanto estava no corpo." (2Cor 5,1-10)

Que Deus nos encha de esperança e forças para não desistirmos de lutar até o fim.

quarta-feira

A primeira Santa Missa

"Antes da festa da Páscoa, sabendo Jesus que chegara a sua hora de passar deste mundo ao Pai, como amasse os seus qe estavam no mundo, até o extremo os amou." (Jo 13,1)
O momento mais alto e mais festivo da celebração judaica era a celebração da páscoa, isto é, a lembrança da libertação que Deus operou, livrando seu povo das mãos dos faraós e os entregando a abundância de alegria e felicidade numa terra que manava leite e mel. Após a vinda de Cristo a terra, a páscoa se tornou cristã e ganhou um sentido mais completo e pleno de libertação (acesse nossa postagem sobre a verdadeira páscoa).
Jesus, como bom judeu, se reuniu com seus apóstolos para celebrar esse evento tão importante da história. E claro, ele tinha se preparado muito bem pois sabia que seria uma páscoa "mais do que especial", uma páscoa que mudaria a história da humanidade.
Por esse motivo, no primeiro dia dos Ázimos, quando seus apóstolos lhe perguntaram, ele respondeu o que fazer e como fazer:
"Ide à cidade, à casa de um tal, e dizei-lhe: O Mestre manda dizer-te: Meu tempo está próximo. É em tua casa que celebrarei a Páscoa com meus discípulos." Os discípulos fizeram o que Jesus tinha ordenado e prepararam a Páscoa. Ao declinar da tarde, pôs-se Jesus à mesa com os doze discípulos." (Mt 26,18-20)
Depois de três anos de ensinamentos, de curas, de milagres, de prodígios e sinais realizados por toda parte, norte a sul, leste a oeste, não há pessoa que não tenha ouvido falar ou não tivesse tido uma experiência com esse homem-Deus, esse Deus feito homem. Os discípulos tinham visto Jesus fazer de tudo e três deles (Pedro, Tiago e João) que eram seus amigos mais íntimos, haviam estado até mesmo na Transfiguração onde Jesus se revelou no Monte Tabor, diante dos seus olhos: ele é verdadeiramente Deus. o Filho de Deus!
Depois de ter trilhado os caminhos que o Pai lhe indicou juntamente com aqueles que ele escolheu a dedo, ainda haviam dois discípulos que viriam a negar e a trair o Senhor: Simão Pedro e Judas Iscariotes. Ambos negaram e trairam a graça que Deus havia depositado neles.
No momento mais importante da páscoa judaica e diante da grande solenidade do mistério de Cristo que seria instuido, Jesus sabia que Judas Iscariotes já havia tomado a decisão na Quarta-Feira (ou seja, no dia anterior) de traí-lo.
Durante a ceia, disse: "Em verdade vos digo: um de vós me há de trair." Com profunda aflição, cada um começou a perguntar: "Sou eu, Senhor?" Respondeu ele: "Aquele que pôs comigo a mão no prato, esse me trairá. O Filho do homem vai, como dele está escrito. Mas ai daquele homem por quem o Filho do homem é traído! Seria melhor para esse homem que jamais tivesse nascido!" Judas, o traidor, tomou a palavra e perguntou: "Mestre, serei eu?" - "Sim", disse Jesus."(Mt 26,21-25)
Que grande desgraça! Que profunda tristeza e aflição isso deve ter causado ao coração do salvador, que só amava, saber que um dos seus, que andaram com ele, que viram seus milagres, que puderam tocar de forma palpável sua divindade, o entregaria a morte por causa de dinheiro; porque era ele que cuidava das finanças, da bolsa comum - e o pior de tudo - era ladrão! E não deixou de ser ladrão, mesmo caminhando com Jesus.
Isso não deve nos assustar, portanto, quando vemos em plena SEMANA SANTA, a última semana da Quaresma, católicos, padres, bispos e muitos dos que se chamam líderes, cristãos em geral, dando contra-testemunho e vivendo como Judas - vendendo sua fé em Cristo por dinheiro - pecando por injustiça; por comida - pecando por gula; por apegos a carne - pecando por fornicação, adultério e todo tipo de impureza; por qualquer coisa infelizmente...
Muitos de nós somos como Pedro, e dizemos que vamos com Cristo até as últimas consequências, mas Jesus sabe que somos fracos demais:
"Simão, Simão, eis que Satanás vos reclamou para vos peneirar como o trigo; mas eu roguei por ti, para que a tua confiança não desfaleça; e tu, por tua vez, confirma os teus irmãos. Pedro disse-lhe: "Senhor, estou pronto a ir contigo tanto para a prisão como para a morte." Jesus respondeu-lhe: "Digo-te, Pedro, não cantará hoje o galo, até que três vezes hajas negado que me conheces." (Lc 22,31-34)
É exatamente por esse motivo que ele é o nosso defensor, o nosso advogado; ele defende a nossa causa e intercede ao Pai pela nossa vida para que sejamos livrados das ciladas do demônio, das artimanhas do inferno para nos derrubar e nos fazer afastar da vida da graça.
E É POR SABER QUE SOMOS FRACOS E INCAPAZES QUE NESSA QUINTA-FEIRA SANTA, QUE DE FORMA ESPECIAL NESSE DIA DE AMANHÃ SE RECORDA EM TODA A IGREJA (MAS EM TODAS AS QUINTA-FEIRAS DO ANO NOS RECORDAMOS DESSE FEITO HISTÓRICO E SALVÍFICO) A INSTUTIÇÃO DA EUCARISTIA, ISTO É, A CELEBRAÇÃO DA PRIMEIRA SANTA MISSA SOBRE A FACE DA TERRA!
Já explicamos em outras postagens muita coisa sobre a Santa Missa (que você pode acessar clicando aqui), mas queremos nos voltar para o feito histórico da instituição desse mistério e nos aprofundar na graça que dele emana, pela percepção humana (aumentando nosso conhecimento e esclarecendo nossa inteligência) e pela percepção espiritual (através da vivência e respeito a esse mistério grandioso).
Se há olho que se digne a ler, coração disposto a ser formado e inteligência aberta ao conhecimento, que seja você pronto a acolher a graça que Deus te prepara nessa postagem. Tire bom proveito e caso lhe acrescente algo, partilhe sobre esse blog para um amigo, conhecido ou até mesmo desconhecido, para que mais pessoas tenham acesso à essa graça.
"Durante a refeição, Jesus tomou o pão, e, depois de o benzer, partiu-o e deu-lho, dizendo: "Tomai, ISTO É O MEU CORPO." (Mc 14,22)
Vejamos que coisa mais maravilhosa e tremenda: o próprio Filho de Deus, o sacerdote altíssimo, o servo dos servos, o Rei dos reis, o Senhor dos senhores, o Mestre dos mestres - Ele mesmo celebra a primeira missa que ocorreu sobre a face da Terra. E também nesse momento consagra e ordena mais onze sacerdotes - lavando os seus pés.
"Durante a ceia - quando o demônio já tinha lançado no coração de Judas, filho de Simão Iscariotes, o propósito de traí-lo -, sabendo Jesus que o Pai tudo lhe dera nas mãos, e que saíra de Deus e para Deus voltava, levantou-se da mesa, depôs as suas vestes e, pegando duma toalha, cingiu-se com ela. Em seguida, deitou água numa bacia e começou a lavar os pés dos discípulos e a enxugá-los com a toalha que estava cingido." (Jo 13,2-5)
Foram esses mesmos discípulos - sacerdotes recém-ordenados - que receberam sua confirmação e envio quando Jesus ressuscitado lhes apareceu e lhes disse que soprava sobre eles o Espírito Santo para que fossem pregar o Evangelho e perdoar os pecados (cf. Jo 20,19ss).
Jesus, então, tomou o pão em suas santas e adoráveis mãos e o abençoou. Esse ato de tomar o pão e abençoa-lo é o mesmo ato que todo sacerdote católico agindo em nome e na pessoa de Cristo, com sua alma sacerdotal (persona Christi), o repete. Jesus consagrou o pão; e a oferenda é o seu próprio corpo.
Muitas pessoas ainda hoje em dia ainda não crêem nesse mistério de amor e põem um milhão de dúvidas nesse ato, alegando que Jesus disse que o pão era seu corpo em sentido figurado, que tudo era um teatro e não uma realidade. Ora, se fosse sentido figurado Jesus teria voltado atrás e não permitido que muitos o abandonassem, quando expôs essa doutrina, dizendo que seu corpo era verdadeiramente uma comida (cf. Jo 6,55).
O ATO DE TOMAR O PÃO EM SUAS MÃOS FOI A PREFIGURAÇÃO DO ATO DE TOMAR A CRUZ NAS COSTAS E CARREGAR O PECADO DA HUMANIDADE PARA ENCRAVÁ-LO NO MONTE DA CÁLVARIO, ONDE O PAI NÃO PERMITIU QUE ABRÃAO SACRIFICASSE SEU FILHO ISAAC, MAS PERMITIU QUE SEU FILHO ÚNICO FOSSE SACRIFICADO PARA A NOSSA SALVAÇÃO.
Uma coisa que precisamos entender de uma vez por todas é que a missa não é show, não é espetáculo, não é baile, não é festa, não é zona, mas é SACRIFÍCIO! É a renovação do único e eterno sacrifício do Filho de Deus no altar da cruz para a salvação da humanidade toda. De um lugar da Terra, Jesus salva a Terra toda, de todas as gerações de seres humanos até o fim dos tempos.
Os sacerdotes, com sua vocação maravilhosa, precisam olhar para o olhar de Cristo celebrando a primeira missa que aconteceu sobre a Terra: pense no amor, pense na entrega, pense na devoção de Cristo, pense como ele deve ter tomado o pão, pense como deve ter sido a sua benção sacerdotal sobre a oferta do seu corpo que entregou sem reservas ao Pai. E foi por isso que seu corpo foi totalmente dilacerado, porque o deu livremente para ser o único sacrifício que satisfaz a justiça do Pai diante dos nossos pecados.
Espancamos, cuspimos, esmagamos e humilhamos o Rei dos reis com nossos pecados, com nossa vida de escravidão da carne, de negação e de traição como São Pedro ou Judas. Acima de tudo a única preocupação de Jesus é a nossa salvação, em nos encher de alegria com sua presença, em nos dar sua graça, em nos dar parte da vida única em comunhão com seu Corpo Místico que é a Igreja, e seu Corpo Eucarístico, para nos curar com seu sacramento de amor: Corpo, Sangue, Alma e Divindade.
No Antigo Testamento Deus mandou o maná do céu que alimentava o povo e prefigurava a Eucaristia. O maná era enviado diariamente e suprimia as necessidades de alimento daquele dia, com excessão do Sábado que não havia maná e por isso, Sexta-Feira era enviada uma porção dobrada do mesmo (cf. Ex 16).
Aquele foi o alimento do povo de Deus por quarenta anos até chegarem aos confins da Terra de Canaã (cf. Ex 16,35) e a Eucaristia, que É O CORPO DE CRISTO, escondido sob a aparência do pão, será o nosso alimento até o final dos nossos dias nessa peregrinação aqui na terra, rumo ao céu, nossa verdadeira pátria.
'NÃO SEI SE O CÉU DESCEU OU A TERRA SUBIU', DISSE UM SANTO QUANDO ENTROU NA IGREJA E VIU SANTO AMBRÓSIO CELEBRANDO O MISTÉRIO DA SANTA MISSA. E QUEM TROUXE ESSE CÉU FOI O PRÓPRIO FILHO DE DEUS, QUE ASSUMIU A NOSSA CARNE E SE FEZ PÃO PARA NOS ALIMENTAR, PARA NOS DAR O DOM DE VIVER O CÉU NA TERRA.
É do mesmo modo que todos nós deveríamos nos sentir quando participassemos da celebração do mistério da Santa Missa pois é a repetição do que Jesus fez, como fez e usando as mesmas palavras que ele disse.
"Eu recebi do Senhor o que vos transmiti; que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão e, depois de ter dado graças, partiou-o e disse: "ISTO É O MEU CORPO, que é entregue por vós; fazei isto em memória de mim." (1Cor 11,23-24)
Em memória de Cristo: é isto o que a Santa Igreja continua fazendo e continuará fazendo até a consumação dos séculos, pois é mais fácil a Terra continuar existindo sem o sol do que sem a Santa Missa (cf. São Pio de Pietrelcina).
"Em seguida, tomou o cálice, deu graças e apresentou-lho, e todos dele beberam. E disse-lhes: ISTO É O MEU SANGUE, o sangue da aliança, que é derramado por muitos. Em verdade vos digo: já não beberei do fruto da videira, até aquele dia em que o beberei de novo no Reino de Deus." (Mc 14,24-25)
Jesus tomou o cálice, o cálice da Nova e Eterna Aliança... Não é mais o sangue de cabritos ou de outros animais que será oferecido em expiação dos pecados do povo de Deus, mas o sangue do CORDEIRO DE DEUS. Jesus é a nossa aliança com o Pai. E o preço dessa aliança foi todo o seu sangue precioso e adorável, derramado no madeiro da cruz!
Jesus derramou o seu sangue por todos, por toda a humanidade, sem restrição de pessoa alguma; mas ele diz que esse sangue é derramado por muitos. Por que? Porque embora todos sejam chamados, todos sejam convocados para receber sua parte e comunhão na aliança desse sangue, nem todos o aceitam...
Simão Pedro e Judas Iscariotes, ambos foram chamados por Jesus, ambos foram tornados discípulos, apóstolos, amigos de Cristo e sacerdotes. Judas recebeu a consagração do sacerdócio, mas não estava na confirmação e envio porque acabou se enforcando. Ambos cometeram um pecado muito grande, mas tomaram direções opostas: um foi para o lado do arrependimento e o outro foi para o lado do remorso.
No arrependimento, Pedro teve a coragem de reconhecer o que tinha feito, se acusando e humilhando-se diante de Deus, permitindo que Jesus pudesse defendê-lo, recebendo o perdão, o sangue dessa aliança. 
No remorso, Judas reconheceu o que tinha feito, mas não reconheceu isso diante de Deus, por medo de se acusar e deixar Jesus defendê-lo, mas deixou satanás acusá-lo. Por esse motivo, se privou-se a si mesmo do sangue dessa aliança que Jesus derramou por ele também.
Muitas vezes nós temos a atitude de ambos, negamos, traímos nosso Senhor e nosso Deus, que derramou o sangue para nos salvar, transformar e resgatar a nossa vida das ruínas do pecado e da morte, nos trazendo para a luz, e ficamos presos no remorso de Judas - que é a grande desgraça da ofensa a Deus - pois pensamos que nosso pecado pode ser maior que a misericórdia de Deus. ISSO É UM PECADO MORTAL!
JESUS SABE QUE SOMOS FRACOS, QUE SOMOS FALHOS, QUE SOMOS MISERÁVEIS, QUE SOMOS APEGADOS A ESSA TERRA, QUE NÃO SABEMOS O QUE FAZER MUITAS VEZES, QUE CAMINHO SEGUIR, QUE DIREÇÃO TOMAR, COMO ABANDONAR A VIDA VELHA DE PECADOS. E POR ISSO QUE ELE NOS DEU O SANGUE DA SUA ALIANÇA!
Jesus celebrou a primeira Santa Missa sobre a face da Terra e nos deixou a instituição desse mistério de forma humana exatamente para que pudéssemos ter acesso a essa graça. De que outra forma a Terra seria arrebatada pelo Céu, ou a Terra arrebataria o Céu, senão de um modo que o próprio Deus que veio de lá nos mostrou?
Esse vinho que foi consagrado no sangue de Jesus é o mesmo vinho consagrado que também se transforma no sangue de Cristo que bebemos em cada Santa Missa. É o mesmíssimo sangue! O mesmíssimo poder de cura e libertação, de redenção e salvação que estava na cruz! É por isso que São João Maria Vianney dizia:
'A mais humilde das missas, celebrada na mais pobre das igrejas, pelo mais simples dos padres, mete medo ao diabo... e o Céu todo se inclina para assistir.'
Jesus tomando o cálice sagrado em suas mãos prefigura os pregos que receberia, nas mãos e nos pés, donde jorraria e fluiria esse sangue precioso. Ele partilha desse cálice com aqueles que querem assumir um compromisso com ele, isto é, deixar a condição e as coisas de criança, para assumir a vida de adulto na fé, do alimento sólido, da firmeza na vida espiritual...
Vamos juntos exaltar e louvar ao Senhor por tão grande mistério de amor, por sua entrega na cruz que revivemos de maneira especial nessa Semana Santa, mas que podemos viver em plenitude todos os dias de nossas vidas, participando da perpetuação da primeira Santa Missa que foi celebrada no mundo:
"Quero te louvar, exaltar, adorar e glorificar meu Senhor Jesus Cristo. Amado Deus de minha alma, Senhor e Salvador. Reconhecendo o tamanho do amor que o Senhor tem por mim para se fazer carne e depois se fazer pão na Eucaristia, só posso te engrandecer e me humilhar. Não tenho correspondido a esse amor infinito. É por isso que me prostro aqui Senhor, diante da tua cruz, me acusando dos meus pecados como São Pedro, porque quero que o Senhor seja meu defensor, meu ajudador, meu redentor.
Não sou capaz de sair do pecado sozinho, preciso da tua graça salvífica, preciso do teu Corpo no meu corpo, do teu Sangue no meu sangue, da tua Alma na minha alma, da tua Divindade na minha humanidade. Daí-me uma contrição perfeita, um arrependimento tão grande dos pecados que tenho cometido que meus olhos não se cansem de chorar e meu coração seja chagado de dor e humilhação para que o Senhor me cure com o seu sangue.
Bendigo o teu corpo santo pregado na cruz para a minha salvação. Te exalto pelo sangue derramado em expiação dos meus pecados. Obrigado por sofrer para que eu fosse curado. Obrigado por se deixar ser pregado e preso na cruz para que eu fosse livre. Dou honras e louvores a Ti porque tu és a razão da minha vida. Agradeço por cada Santa Missa que participei, peço perdão por todas que eu perdi e por todas que vou participar até o final da minha vida; até o último dos meus dias quando receber o santo viático - a última vez que entrarei nessa comunhão profunda e intensa contigo.
Jesus obrigado por todas as pessoas que me levaram a conhecer e me aprofundar no mistério da Santa Missa. Glórias ao teu nome por cada uma delas e peço que o Senhor as abençoe com seu coração eucarístico, onde quer que elas estejam. Derrama poder e glória em forma de benção e graça sobre cada um deles de forma especial.
Sacramento de amor, voltado para ti agora, te adoro com todo o meu ser e te peço perdão pelas vezes que te recebi em pecado, que tive medo de me aproximar de ti e deixar o Senhor tomar conta de todo o meu corpo, de todo o meu ser. Jesus, pão vivo descido do céu, que todos os homens se prostrem diante do seu tabernáculo e te adorem. Que os anjos proclamem e os demônios sejam humilhados diante do teu poder eucaristico. Que tua graça sustente e levante mais sacerdotes santos para dar a vida pelos teus mistérios...
Santíssima mãe de Deus e minha, atrai-me para o sacríficio do altar da cruz, para que essa renovação me refaça e me molde a imagem de Cristo. Mãe, forma-me e acolhe-me em teu ventre, para que eu seja santo como santo é o Corpo de Cristo, seu Sangue, Alma e Divindade - o sacramento da Eucaristia. Me ajude a deixar sua ação ser completa e perfeita na minha vida e me ensina a adorá-lo com todo o meu coração.
São Miguel Arcanjo, guardião da Igreja de Deus e dos seus sacramentos, aumenta no meu coração o amor e o zelo pela Eucaristia. Meu anjo da guarda, ensina-me a não me desviar nem para esquerda e nem para a direita, mas permanecer no centro da vontade de Deus, no coração de Jesus na Cruz, no coração de Jesus Eucaristico.
Glórias e louvores se deem em todos os momentos, ao Santíssimo e Divínissimo Sacramento. Adorado seja o teu coração Jesus. Aleluia. Aleluia. Aleluia. Amém!"
Com Gil Monteiro queremos deixar o poder do sangue de Cristo nos atingir ajudados pela canção "Se o teu sangue".
Exaltemos, louvemos, beijemos o autor da nossa salvação com a Comunidade Shalom, o nosso "Belíssimo Esposo".
Que aprendamos a amar com muito mais ardor com a Fraternidade O Caminho Jesus na Eurastia, pois ele é "Corpo, Sangue, Alma e Divindade".
'Tanto vale a celebração da Santa Missa, quanto vale a morte de Jesus na cruz.' (Santo Tomás de Aquino)
'A missa é a devoção dos santos.' (São João Maria Vianney)
'Assim como dois pedaços de cera derretidos tornam-se um só, de igual modo quem comunga fica de tal modo unido com Cristo, que ele vive em Cristo e Cristo nele.' (São Cirilo de Jerusalém)

Que sejamos devotos, mais do que qualquer coisa, da Santa Missa, pois é essa a devoção que nos vai fazer ser santos. Que nos unamos o máximo possível com Jesus na Eucaristia para que nos tornemos um só com Ele e não nos esquecemos que a celebração da Santa Missa tem o mesmo peso da glória do sacrifício de Jesus na Cruz - é a mesma coisa.

Que Deus nos abençoe e nos dê a graça de amar os seus mistérios com toda a nossa alma!